segunda-feira, 8 de agosto de 2016

EI reivindica ataque em Charleroi


Afinal o tal "maluquinho" que atacou duas agentes da polícia em Charleroi, na Bélgica, e que acabou por morrer no hospital depois de ter sido baleado era um muçulmano argelino em situação ilegal. E de acordo com a agência Aamaq News, o Estado Islâmico (EI) disse no Twitter que o ataque com o machete foi uma resposta à campanha militar da "coligação Cruzada" contra o EI.
Entretanto, ainda a propósito dos terroristas na Bélgica, entre eles o famoso Salah Abdeslam, o Wall Street Journal afirmou que a Segurança Social desse país financiou terroristas que atacaram recentemente no país e também em França com cerca de 50 mil euros em subsídios! Os pagamentos terão sido feitos até cerca de três semanas antes de os atentados terem sido cometidos. Disse assim o director do Departamento da Inteligência Financeira, Philippe de Koster: "A assistência social deu-lhes os meios de sobrevivência, o que se tornou um meio de apoio indirecto a actividades terroristas".
É bem, é bem! Sustentar e financiar terroristas! Viva o Estado Social! Assim é claro que essa escumalha alógena, que detesta o Ocidente, não queira bazar do Ocidente...

2 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Mas que "surpresa", pá! Um muçulmano a dar machetadas em agentes de polícia inspirado pelo Estado Islâmico! Quem poderia ter previsto uma coisa destas! É uma situação tão rara como um eclipse solar total! Não, minto, é ainda mais rara... tão rara como a passagem do cometa Hubble! Não, como a explosão de uma supernova na nossa Via Láctea, pá!!!!!

E como não podia deixar de ser, a cereja em cima do bolo: tudo pago pelo corno mans... eer.. perdão, contribuinte belga! É continuar a deixá-los entrar aos milhões, que a festa ainda mal começou! Allahu akbar, carago!

FireHead disse...

Ainda que tenhas razão no que dizes, não podes dizer nada disso lá fora porque senão és considerado "racista" (que o islão por vezes assume a forma de uma raça) ou então és simplesmente islamofóbico.

E até parece que também não há brancos, bem branquinhos, e até católicos praticantes com os sacramentos todos em dia, que pegam em machetes e andam por aí a atacar muçulmanos indefesos em Charleroi!! Ah, e que dizer de refugiados europeus e americanos que procuram asilo nos Merdistões?? São tantos que são incontáveis...