segunda-feira, 25 de julho de 2016

Mais dois atentados (islâmicos) na Alemanha

Um «refugiado» sírio de 21 anos - sim, que já foi identificado como tal - foi preso no domingo depois de ter matado uma mulher e ferido duas pessoas com um facão (machete) na cidade de Reutlingen, em Baden-Württemberg.


E na noite de ontem houve uma explosão num bar em Ansbach, perto de Nuremberga, provocada por um engenho explosivo. Houve um morto e 12 feridos, três dos quais em estado grave. Antes da explosão estava a decorrer por lá um concerto ao ar livre com cerca de 2500 pessoas. O único morto é, por acaso, o bombista, que era também um «refugiado» sírio de 27 anos...


E já lá vão quatro casos de terrorismo numa só semana na Alemanha, um país que, como todos sabemos, farta-se de aceitar «refugiados», só mesmo perdendo para a Suécia. A Angela Merkel deve estar radiante.

6 comentários:

Anónimo disse...

Wellcome REFUGEES!

Errado!

Wellcome RAPEFUGEES!!

Assim é que é!

FireHead disse...

Não, pá, que não se pode generalizar!

Na verdade é assim:

Welcome, CRIMINAL REFUGEES!

De preferência colocados ao pé dos "welcomers".

Que tal?

Afonso de Portugal disse...

Olé olá olé olá o Islão é o melhor que há!

FireHead disse...

Islão?? O islão não tem nada a ver com isso, seu islamofóbico! Então tu não reparaste ainda que todos estes casos são casos... como é que se diz, isolados?? Não vês que é isso, hã?? Tem havido um surto qualquer de maluqueira súbita em França e também na Alemanha, é isso!

Afonso de Portugal disse...

Pois, deve ser qualquer coisa na água... mas só na água que é servida nas mesquitas, porque os não-muçulmanos parecem estar imunes! :P

FireHead disse...

Acho que sim. A culpa é da água halal. :)