quinta-feira, 2 de junho de 2016

Menos de 500 «refugiados» arranjaram trabalho na Suécia, um país que já tem mais homens que mulheres

Para quem não sabe inglês, a fonte é: Agência de Migração Sueca (deve ser algo oficial...)
Se não acreditardes nisso então é melhor entenderde-vos com a Arbetsförmedlingen e a Migrationsverket. Os restantes «refugiados», de um universo de 163 mil «refugiados» que chegaram à Suécia no ano passado, preferem ser sustentados pelos contribuintes. Também no ano passado, saíram 52 mil suecos do seu próprio país. Ficaram com medo do que lhes podia acontecer por lá, quiçá?

"Jacto" de background imigrante contra uma loira sueca na Suécia
Como se isso não bastasse, a Suécia já conta pela primeira vez com mais homens que mulheres e se não acreditardes também nisso é melhor tirardes satisfações com a SCB, a Agência Nacional de Estatísticas lá da Suécia. Aí os «refugiados» também não têm ajudado nada, pois «refugiados» compostos por mulheres e crianças são muito menos que os jovens do sexo masculino e isso até a ONU já reconheceu (isso, ide lá investigar de novo se não acreditardes no que aqui está escrito... até ao momento). Mas também, agora pensando bem, onde é que está o problema? Na China é igual! Queríeis ter mais mulheres para escolher, hem?



Agora para compor o ramalhete de notícias inacreditáveis nada como dar-vos a conhecer o caso de uma família de suecos brancos que foi expulsa da sua casa pelo governo, em Lidingö, para poder albergar «refugiados». Esta notícia veio no sítio internético Infowars, escrita ainda por cima pelo «mentiroso» do Paul Joseph Watson que por acaso até citou uma outra fonte, mas pronto, como é uma notícia do Infowars então só pode mesmo ser uma mentira porque o Paul Joseph Watson é claramente um «conspiracionista incendiário» que quer provocar o pânico nas pessoas porque tem uma agenda qualquer por trás. E quanto mais coisas destas acontecerem, mais agradecem os Democratas Suecos graças à democracia...

Uffe Rustan e os seus dois filhos têm que sair da sua casa até Agosto porque é preciso ajudar os «refugiados»

4 comentários:

Ivan Baptista disse...

«Uffe Rustan e os seus dois filhos têm que sair da sua casa até Agosto porque é preciso ajudar os «refugiados»

Assim sem mais nem menos?! A politiquice até mete nojo :/

Leocardo disse...

O Paul Joseph Watson é um idiota que tenta fazer passar toda a gente por parva, sim, e eu vou prová-lo - valendo isso o que vale, tal como os disparates que ele diz. Duh.

FireHead disse...

Ivan Baptista,

Na Alemanha também acontece, ou pelo menos já aconteceu, o mesmo:

http://bloguedofirehead.blogspot.com/2015/10/mais-consequencias-da-crise-dos.html

É capaz de ser uma enormíssima mentira, né?

FireHead disse...

Leocardo,

Ah, então se consegues provar que ele é mentiroso então ficamos todos mais descansados, pois eu já estava a achar estranho uma família de suecos ter de sair de sua própria casa para ajudar «refugiados». Isto quer dizer que o senhor Uffe Rustan e o seus filhos podem estar descansados? :)