quarta-feira, 8 de junho de 2016

Dedicado aos «refugiados» violadores

Na Noruega, os ditos refugiados estão a ter umas aulinhas sobre a maneira de estar no país lapão. Ou seja, são aulas que servem para ensinar a esses mesmos ditos refugiados, na sua esmagadora maioria muçulmanos que vêem as mulheres como meros objectos de prazer sexual e de procriação, a não verem as nativas como «infiéis», isto é, presas legítimas para a violação.


Já na Áustria o Partido da Liberdade (FPÖ), que não chegou ao poder devido provavelmente a uma fraude, não fez a coisa por menos: lançou um vídeo que diz aos ditos refugiados para não porem as patas nas nativas.

Sem comentários: