terça-feira, 17 de maio de 2016

Islão: o que os outros dizem

Amigo de Israel: no recente Festival da Eurovisão, que foi ganho pela Ucrânia com uma canção política sobre os tártaros (um grupo étnico túrquico muçulmano) da Crimeia, Israel fez-se representar por um grupo de comediantes que recorreram ao humor negro para zombar do Estado Islâmico (EI) que continua a cometer as suas atrocidades em nome do califado como se isso fosse algo banal.

Ahá, os anti-sionistas têm razão: Israel criou e financia o EI!!

Sky News: o candidato favorito dos republicanos, Donald Trump, duvida que vá ter uma boa relação com o novo mayor de Londres, o muçulmano Sadiq Khan, que acusou o norte-americano de ser um ignorante no que diz respeito aos seus conhecimentos sobre o islão. "Vamos dar-lhe (Khan) um teste de QI", disse Trump ao Good Morning Britain do canal ITV, acrescentando que não se vai esquecer das observações que Khan fez sobre ele. "São observações muito desagradáveis".

Com certeza que Trump e Khan não vão dar-se bem pura e simplesmente

Face of a dying Nation: e já que falamos do mayor muslo de Londres, na localidade de Nelson, em Lancashire, cidade onde já cerca de 50% da população é muçulmana, cerca de 5000 muçulmanos marcharam nas ruas da cidade celebrando o dia do nascimento do pseudo-profeta Maomé, que era um pedófilo e um exterminador em série.

É bom saber que os muçulmanos integram-se nos países que os acolhem...

ABC7: a muçulmana Bayan Zehilf ganhou o nome Isis (ISIS, outra forma de dizer EI) no anuário da escola secundária Los Osos em Rancho Cucamonga, na Califórnia. O seu nome, por baixo da sua foto, foi trocado pelo nome Isis Phillips, o que enfureceu o grupo terrorista CAIR (Conselho para as Relações Islâmicas e Americanas), que acredita que não se tratou do primeiro caso de "islamofobia" nesse estabelecimento de ensino. Trevor Santellan, um dos estudantes que fizeram o anuário, garantiu que houve mesmo uma aluna com o nome Isis Phillips, mas esta foi transferida logo no início do ano lectivo.

Mas quem é que lhe mandou tirar a foto armada em noiva de jihadistas??

PigMine 7: na Dinamarca, uma adolescente foi acusada de ter usado gás pimenta contra um alógeno muçulmano que a queria violar. Já este escapa à justiça, pois na actual Dinamarca persegue-se as vítimas e deixa-se em paz os violadores.

Então e o legítimo direito à auto-defesa não existe na progressista Dinamarca?

Face of a dying Nation: em Estocolmo, capital da islamizada Suécia, ou Suedistão se preferirdes, dois árabes armados assaltaram uma joalharia no dia 13 de Maio em plena luz do dia durante cerca de três minutos e ninguém fez rigorosamente nada! O crime deu-se no centro comercial Kista Galleria.

Ninguém fez nada possivelmente para não ser acusado de islamofobia...

The Patriot: na Turquia, um "refugiado" muçulmano violou pelo menos 30 meninos com menos de 12 anos num campo de refugiados de Nixip. Oito famílias das vítimas já fizeram queixa às autoridades locais.

Mais crianças violadas com a bênção da Angela Merkel
The Huffington Post: os professores lá da Alemanha devem aprender árabe, persa ou curdo, defendeu a linguista Angelika Reddler, da Universidade de Hamburgo. Isto por causa dos imigrantes e "refugiados", para que eles se integrem melhor...

Aprendei outras línguas, professores! Isso de ser romano em Roma já não faz mais sentido...
Creepinhg Sharia: 40 mil cristãos estão a ser vítimas de perseguição por parte dos muçulmanos. Sim, no mundo muçulmano, lá no Médio Oriente... Ups, não, na verdade é lá na Alemanha, nos centros de acolhimento de refugiados!

A Alemanha já é uma província da Eurábia
Pamela Geller: o canal esquerdista britânico BBC está a ser acusado de ser "demasiado cristão", disse o chefe da religião e ética do canal, o muçulmano Aaqil Ahmed, que exige que a BBC tenha mais programas para muçulmanos, hindus e siqhs em nome da diversidade...

A taqiya continua: com que então os muslos preocupam-se com os hindus e os siqhs?

2 comentários:

Ivan Baptista disse...


Este Ano no Festival da Eurovisão, participou a Austrália, e para o ano, parece que O festival da eurovisão , irá ser tombem com a participar dos USA e Canadá ! :0

FireHead disse...

Pois é. E Israel fica no Médio Oriente. O Azerbaijão também não está na Europa. Qualquer dia até a China e o Japão participam.