segunda-feira, 18 de abril de 2016

O trabalho voluntário é uma treta?


A líder do Bloco de Estrume, Catarina Martins, disse, no encontro "Inconformação 2016" perante jovens simpatizantes do partido extremoesquerdista, em Coimbra, que "o trabalho voluntário é uma treta" porque "se é trabalho, tem que ter contrato". Para a imbecil, as pessoas só podem fazer voluntariado depois de terem um contrato de 35 horas semanas (há condições em Portugal para que os funcionários públicos só bulam 35 horas semanais? Vejam lá se não é preciso fazer o mesmo que na Venezuela!), pois só assim é que as pessoas podem querer dedicar-se a outra actividade. A bloquista criticou também as empresas de trabalho temporário falando de abusos e da precariedade: "Temos abusos todos os dias. As formas mais extremas de precariedade estão-se a instalar em Portugal".
Boa! Quer isto dizer que a bloquista é contra a liberdade das pessoas que gostam de fazer trabalho voluntário sem ganhar um tostão? Mas quem é essa gaja para dizer às pessoas que elas não podem trabalhar gratuitamente se o entenderem fazer? O Bloco de Estrume não quer trabalho voluntário, vocês ouviram bem, ó malta das organizações voluntárias dos direitos dos animais, das associações culturais, dos bairros sociais, etc.? A actriz falhada não acredita que há pessoas que trabalham de graça por gosto, pois isso é capaz de ser uma espécie de auto-escravização, um masoquismo puro e duro, mas a parte mais engraçada é que essa escumalha neotrotskysta muito provavelmente nunca fez um caraças na vida.
Se tivesse sido alguém da Direita a dizer isso, aqui d'El Rey! Não se pode comer bife todos os dias!!

4 comentários:

Anónimo disse...

Agora estiveste muito mal. Muito mal. A precariedade é um mal que tem que ser combatido

FireHead disse...

Estive mal? Eu não falei da precariedade. Além de que não é com as medidas que o esquerdume quer impingir que a precariedade vai deixar de existir, muito pelo contrário. Tipo, helloooo, quem é que ainda quer acreditar na esquerda?? Só se for alguém que sofre mesmo de doenças patológicas!!

Essa Catarina Martins é uma estúpida. Que é que ela tem contra os voluntários??? Sim, o que é que ela tem contra a liberdade alheia? Se os outros querem trabalhar de borla, o que é que ela tem a ver com isso??

O BE não está no poder, mas tem um cheirinho do poder às custas do merdas do Costa. E já é a merda que podemos ver. Imagina se calha o BE um dia chegar mesmo ao poder. Portugal desaparece.

Anónimo disse...

Este post demonstra uma artrose intelectual acentuada.

FireHead disse...

Eu também não estava à espera de comentários decentes por parte de mentecaptos.