quinta-feira, 28 de abril de 2016

Curdo culturalmente enriquecido no Cais do Sodré

Uns quantos «jovens» queriam ser servidos num restaurante Kebab de um curdo de nome Mustafa Kartal durante a manhã de segunda-feira (25 de Abril) no Cais do Sodré, em Lisboa, depois da night e, como o curdo disse que ainda não havia nada para lhes servir àquela hora, estes decidiram fazer das suas e o dono do estabelecimento de comida halal teve que se defender com uma faca.

video

Os caros leitores já imaginaram que monótona seria Lisboa se não acontecessem coisas destas como não aconteciam por exemplo nos tempos da maldita ditadura salazarenta? É para isto que serve também o multiculturalismo, né? A questão agora é saber se o curdo foi racista ou se os «jovens» foram islamofóbicos, partindo do princípio que o curdo é muçulmano... Se fossem brancos a atacar um estabelecimento de um negro, aqui d'El Rey que seria racismo, xenofobia, extremodireitismo, nacionalismo, e o SOS Racismo, a Amnistia Internacional e o Bloco de Esterco não se calariam... Agora como foi um crime que começou com uns «jovens» que estiveram a divertir-se numa discoteca contra um outro espécime das minorias oprimidas e protegidas, como é que é?

23 comentários:

wind disse...

Ele defendeu-se e fez muito bem. Se fosse um português eu diria o mesmo. Aqui estou contra os jovens, sejam eles de que cor, sejam!

CENSURADO AGAIN disse...

OBVIO QUE ELE SABIA QUE IAM ENTRAR E SAIR SEM PAGAR NÃO É TROUXA

CENSURADO AGAIN disse...

E QUEM SABE SAIR SEM PAGAR E AINDA DESTRUIR O ESTABELECIMENTO DELE O GANHA PÃO JA SABEMOS QUEM SÃO OS ALOGENOS MORES

FireHead disse...

Wind,

Pois é, mas os teus amigos da esquerdalha de certeza que barafustariam se o homem que se defendeu fosse um branco. Aí já haveria racismo contra a minoria negra, independementemente das merdas que os negros fizeram...

FireHead disse...

CENSURADO AGAIN,

Sim porque lá na Turquia também deve haver muitos jovens negros que fazem isso!

Os alógenos mores são os negros... mas e o curdo não é um alógeno para ti lá em Portugal?? Ah não, ele com certeza que não é, pois a Europa deve solidariedade para com os indo-arianos em nome da ancestralidade, não é assim? Então se o gajo em vez de ser muçulmano é um yazidi, seria ouro sobre azul!

kruzes kanhoto disse...

De certeza que a culpa é das politicas de direita do governo anterior, do imperialismo norte-americano e do sistema capitalista que apenas visa o lucro. Se não fosse isso o curdo estava na terra dele, os jovens a trabalhar num emprego bem remunerado e o tasco seria do Estado que providenciaria gratuitamente comida a quem tivesse larica.

J. Machado disse...

Vergonhoso esse incidente bárbaro. Se morasse em Lisboa era capaz de ir ao restaurante do curdo felicitá-lo por tamanha bravura face aos macacos que teve de enfrentar.
Eis a praga que veio de Africa para invadir o país, mas não ha nenhum órgao de comunicação social internacional para difundir isto. Acabam por dar a ideia que Portugal está a salvo e os outros países é que têm problemas com imigrantes ou que já são minoria nas suas próprias terras. Eles que venham cá para ver. Acho que Portugal é um dos piores casos a nivel de imigração e criminalidade vinda dessa mesma imigração.

A propósito, o melhor comentário que li sobre este episódio foi aqui,http://a24opinions.blogspot.com/2016/04/turco-corajoso-muculmano-provavelemte.html já que fala na problemática dos africanos em Portugal ou afro-portugueses, ou lá que raio os queiram chamar num contexto muito mais amplo do que esse incidente representou. Chego mesmo a concordar que com mais curdos cá e menos africanos, haveria muito mais respeito nas ruas e muito menos criminosos. Com mais curdos os pretos iriam pensar duas vezes antes de atacarem de bando, como é costume naquelas culturas.
Como este país não sabe escolher a imigração, estamos entregues à selvajaria. Salve-se quem puder.

CENSURADO AGAIN disse...

Os alógenos mores são os negros... mas e o curdo não é um alógeno para ti lá em Portugal?? Ah não, ele com certeza que não é, pois a Europa deve solidariedade para com os indo-arianos em nome da ancestralidade, não é assim? Então se o gajo em vez de ser muçulmano é um yazidi, seria ouro sobre azul!

28 de abril de 2016 às 22:32

BEM EURASIANO NA EURASIA PARECE MENOS ALOGENO

FireHead disse...

CENSURADO AGAIN,

Portanto deixa-me só ver se entendi a tua lógica da batata: um eurasiano, que é da Eurásia e que está na Eurásia, é qualquer coisa que "parece menos alógeno". Pois, para ti, só um branco é que nunca é alógeno em puta de sítio nenhum, não é? Ah, esqueci-me, tu não és racialista branco, portanto vou reformular: para ti só um nostrático goyim é que nunca é alógeno em puta de sítio nenhum. Um preto mesmo em África é alógeno tal como um judeu mesmo em Israel é alógeno. Possivelmente até os marcianos são alógenos em Marte, irra...

FireHead disse...

J. Machado,

Eu não teria tanta certeza disso. Eu acho que essa praga já até é natural de Portugal, pois deve ser descendente de imigrantes africanos.

Bom, se os curdos forem muçulmanos zelosos, a merda não seria muito diferente...

FireHead disse...

Kruzes Kanhoto,

Não, meu caro, você está enganado. Os verdadeiros culpados disto são os judeus, pois os judeus representam o mal de todo o mundo! Isto foi tudo planeado e está a ser tudo controlado pelos judeus, lá nas cúpulas deles, estando com sucesso a impor a sua agenda!

CENSURADO AGAIN disse...

natural de Portugal

SIM POR QUE A ZEBRA NO ESTABULO VIRA CAVALO

FireHead disse...

CENSURADO AGAIN,

És mesmo burro por ires na cantiga dos tipos como os do PNR nesta questão. És burro por estares a comparar coisas incomparáveis:

1.º Raça não é o mesmo que espécie. Um preto e um branco são duas raças diferentes, uma zebra e um cavalo são duas espécies diferentes.

2.º Uma zebra no estábulo não vira cavalo, mas não deixa de ser uma zebra no estábulo. Portanto um preto que nasce em Portugal é um preto que nasce em Portugal e não um preto que nasce em África. A não ser que seja Portugal que vira África quando um preto nasce em Portugal e até África vira Europa quando um branco nasce em África, como o outro que nasceu em Moçambique mas que se calhar é albicastrense ou escalabitano porque espiritualmente deve ter nascido num hospital de Portugal.

Anónimo disse...

Eu sou PNR e não acho que as coisas sejam tão "preto e branco" assim apenas acho uma coisa muito simples: se toda a Europa não virar nacionalista cristã de direita os brancos como eu vão pura e simplesmente desaparecer do mapa de forma sangrenta, como os franceses do Haiti e os portugueses de Angola. Já para não falar da coisa mais óbvia do mundo, que são os índices de desenvolvimento, violência etc na Europa e nos países de maioria preta ou mestiça. É tão flagrante que nem vale a pena falar nisso. Daí a querer que não haja nenhum branco em África e nenhum preto na Europa vai uma enorme diferença. Embora haja quem diga que é melhor "cortar o mal pela raiz" ou seja neste caso mandar tudo embora devido a questões raciais e religiosas.

FireHead disse...

Anónimo,

O PNR é maioritariamente composto por cristãos, sendo muitos deles cristãos com admiração pelo grande doutor Salazar e tudo o que isso implica: a ideia do Portugal-império, que ia do Minho até Timor, e de um conceito larga da Portugalidade, que vai muito para além da questão racial. O José Pinto-Coelho (JPC) nunca escondeu de ninguém que é um profundo admirador do Salazar e também um fervoroso católico.

Existem depois no PNR militantes que são a antítese do JPC e da maioria, uns com tendências neonazis e que gostariam que Portugal se transfomasse numa espécie de III Reich do Hitler, e outros que são profundamente esquerdistas e que no entanto se consideram de direita e acusam os conservadores da direita e patrióticos de serem falsos nacionalistas. Em comum têm o facto de serem anticristãos e de remarem em sentido completamente contrário ao "núcleo duro" do PNR. É por causa deste conjunto de discrepâncias que eu nunca olhei para o PNR como um partido credível, embora reconheça qualidades no JPC e admiro a sua frontalidade. Uma frontalidade, no entanto, que nunca o levou a dignar-se em responder-me uma vez quando eu lhe fiz umas questões incómodas lá no Facebook. Deve ter-me censurado, pois até me eliminou da sua rede de amigos. Não se espera isso de um líder.

A questão cultural está associada à raça, mas nem todas as pessoas duma determinada raça têm uma mesma cultura. O que não falta, e eu conheço muitos casos destes, são, por exemplo, pretos que são culturalmente brancos, que se comportam como brancos e que não têm nada a ver com os pretos que muita gente pensa que os pretos são. O mesmo vale para os mestiços. Nós generalizamos muitas vezes mas esquecemo-nos que existem excepções. Os brancos no geral foram capazes das melhores coisas que existem no mundo, mas também não podemos dizer que todos os brancos são superiores aos demais porque também há brancos que não valem um chavo. Grandes tiranos da História, tirando algumas excepções, eram brancos. E depois também há os asiáticos, vindo logo à baila os japoneses, que são tão ou até mesmo ainda mais superiores a muitos ocidentais, pelo menos em termos de organização e de desenvolvimento. Os EUA são ainda a actual super-potência mundial e a mestiçagem está também na base da sua formação enquanto país. Se é verdade que o grosso da população norte-americana é branca - e estou a falar dos primórdios dos EUA enquanto nação, logo não estou a contar com o facto dos índios já habitarem na América ainda antes da chegada dos brancos por lá -, esses brancos não são todos do Reino Unido: há brancos de muitas outras partes da Europa e cruzamentos entre etnias duma mesma raça não deixam de ser misturas também.

Cortar o mal pela raiz é impossível, até porque isso implica meter todos no mesmo saco. E assim voltámos ao que eu frisei, nós generalizamos.

Anónimo disse...

Mas eu nunca disse que nao ha exepcoes, mas nisto temos que generalizar! os brancos em geral sao mais evoluidos em tudo que os pretos (exeptuando na forca fisica) e isto é factual. quanto as diferencas dentro do pnr existem mas todos queremos o mesmo, Portugal sempre maioritariamente portugues branco e cristão. para alem disso é um partido pequeno, da para entrar aqui e fazer qlqr coisa. nao é uma maquina enorme e maconica como o psd ou a idiotice que é o cds. se achas que existe um partido em portugal melhor que o pnr avisa

FireHead disse...

Estás enganado. Consigo, com imensa facilidade, dar-te exemplos de militantes do PNR que não desejam de maneira nenhum que Portugal seja maioritariamente cristão. Existem cavalos de Tróia dentro do PNR.

Uma vez li um artigo do PNR em que acusa o Bloco de Esterco de ser uma manta de retalhos. Mas então e o PNR também não o é? Um partido que, sob a capa do nacionalismo - que é uma coisa que não é entendida da mesma maneira por todos -, agrega desde cristãos, pagãos e ateus, passando pelos "minho-timoristas" a racialistas que não querem um único preto em Portugal, monárquicos, absolutistas, pró-ditadura, etc. Como é que isso consegue funcionar? Se um dia, vamos imaginar, o PNR chegar ao poder, quem serão os gregos e quem serão os troianos??

Quando falas de mestiçagens e imigração só te referes aos mulatos e aos pretos???

Um partido melhor que o PNR?? Qualquer um que tenha possibilidades de ser governo porque se o PNR fosse de facto o melhor, seria eleito... mas também é possível que tu concordes com o que os teus camaradas dizem: que existe um complô verdadeiramente anti-nacionalista por parte dos média e dos politiqueiros correctos que visa impedir ou atrasar o crescimento do nacionalismo em Portugal, pois caso contrário o PNR seria de longe e de caras o partido mais votado e tal...

Eu sou simpatizante daquilo que tu dizes ser uma idiotice, mas deixa lá, opiniões são opiniões, cada qual puxa a brasa à sua sardinha.

CENSURADO AGAIN disse...

desaparecer do mapa de forma

SIM E ACHAS QUE DESAPARECER É VANTAGEM SEJA DE QUE FORMA FOR?

CENSURADO AGAIN disse...

(exeptuando na forca fisica)

E ACHAS QUE PAQUIDERMICE É EVOLUÇÃO?O GORILA QUE TEM A FORÇA DE 10 HOMENS LANÇOU UM V2 QUANDO?

CENSURADO AGAIN disse...

ANIMAIS MAIS FORTES QUE OS HUMANOS TEM MUITOS TIPO O LEÃO POR ISSO MESMO OS PRE HUMANOIDES TINHAM QUE VIVER EM ARVORES TUBARÃO ETC E NO QUE ISSO IMPLICA COMO FACTOR EVOLUTIVO?

FireHead disse...

CENSURADO AGAIN,

Tu estás-te a dirigir a mim ou ao anónimo?

Que merda é essa da paquiderme?? Quem é que falou aqui da evolução?? Que merda é um V2??

Estás melhor ou não? Ah, não, que ideia...

Anónimo disse...

Desculpa Fire, mas eu acho que nisto quem está enganado és tu, e mais que enganado estás a contrariar todos os posts e opiniões que tens dado no teu blog.

Mas qual é o único partido em Portugal que tem lutado e até ido para a rua dar a cara contra a islamização da Europa??? Quem tem criticado a emigração massiva de alogenos tal como tu? O CDS? O CDS é um 1 vazio absoluto, uma mão cheia de nada, que não tem colocado o dedo na ferida e até tem feito parte de soluções governativas desta podridão toda. Foram durante anos liderados por 1 individuo "irrevogável" que até se suspeita ser um homossexual que não se assume, com suspeitas de corrupção no curriculum e a relacionar-se com gente pouco recomendável nas cúpulas do poder.

"PNR é uma manta de retalhos, têm pagãos, ateus e cristãos" mas a retórica e as figuras principais são cristãos brancos portugueses anti invasões de África e Médio Oriente. E o PSD e CDS não têm de tudo? Cristãos, ateus e maçons etc?? E a esquerda? Ainda pior! Até pró-islâmicos têm.

Dou-te 1 exemplo pessoal, a minha falecida avó, pessoa que eternamente admiro e me inspira, viveu o 25 de Abril e tornou-se esquerdista e militante PS. No entanto ia à missa todos os Domingos e era cruzes pela casa toda. Ao mesmo tempo ás vezes falava bem do antigo regime "havia respeito, segurança e o Salazar não roubava". Ela simplesmente era PS porque queria que os pobres e os remediados tivessem oportunidades ao invés de vivermos numa sociedade elitista. A senhora nunca percebeu é a merda que a esquerda no fundo é, mas eu entendi.

Portanto como vez, paradoxos não faltam em toda a politica e ideologias.

O PNR é feito por cristãos, pessoas cristãs mas que querem manter a identidade "racial" e étnica da Europa branca, para o próprio bem comum (como eu e a maioria) e também de pessoas que só se interessam pela "raça" e supremacia branca. Estes últimos são uma minoria e muitos já saíram do partido, como o próprio Mário Machado, que numa entrevista disse que não se revê no PNR de hoje em dia.

Também já te vi (gosto de acompanhar o blog) a regozijar pela ascensão de partidos tipo a FN francesa. Pois bem o PNR é a FN de Portugal, são partidos aliados e tudo. E a FN gaulesa só se tem contido nos últimos anos aos ataques ao Islão etc porque a França é um verdadeiro país ocupado por milhões de islâmicos e também tem montes de extremistas de esquerda! como deves imaginar num sítio assim a democracia é muito limitada até porque quem se atreve a criticar o Islão ali está sujeito a ser assassinado.

E sim o PNR tem sido discriminado pelos mídia (como é que se passa a mensagem sem "publicidade"?) e pela sociedade em geral e uma das razões que faz o partido não evoluir muito é a sua imagem estar completamente queimada pelo marxismo cultural que invadiu a cabeça do povo mais os complexos com o antigo regime. Isto aliado ao facto de muita gente não aderir ao partido por medo de repercussões tanto na vida pessoal como na vida profissional.

FireHead disse...

Anónimo,

Onde é que, baseado na resposta que eu te dei anteriormente, contrariei os posts e opiniões do meu blogue? Eu nunca, mas nunca votei no PNR e até já cheguei a explicar aqui no meu blogue a minha posição perante o PNR. É só procurares aqui se quiseres. Isso não invalida, no entanto, os pontos em comum que o PNR tem com a minha maneira de ver as coisas.

O PNR tem denunciado a islamização, é um facto. Tem feito muitas coisas boas. E ainda assim cresce muito pouco. Eu não estou para perder tempo com um partido que não passa de um projecto que não há maneira de se singrar. E o que mais me chateia é ouvir gente do PNR sempre com desculpas de mau perdedor, sempre a acusar o "sistema", os média, o diabo a quatro quando não consegue os seus objectivos. Está à espera do quê?

Infelizmente há muita gente que é inconsciente, mesmo que sem culpa disso. É como veres pessoas que vão à igreja e que no entanto não sabem sequer metade daquilo que é a doutrina cristã. Mas também divirto-me com os totós que dizem sempre mal dos cristãos que vão à Missa e que depois batem com a mão no peito para depois, quando saírem das igrejas, verem-nos a fazer merda. Ora, isso faz-me crer que de facto todas as pessoas são pecadoras e que essa gente que vai à igreja e que são criticadas pelos que não vão sempre são mais honestos que os últimos porque pelo menos, durante a Missa, lá reconhecem os seus pecados! Agora os outros farão o mesmo, mesmo em casa ou na rua?

Eu sei que o PNR é constituído maioritariamente por cristãos. E também sei que muitos admiram o Salazar e o Estado Novo. Quando dizes que a maioria quer manter a Europa branca e cristã estás por acaso a admitir excepções? É que o Salazar que muitos adeptos do PNR admiram nada tinha contra a existência de pretos portugueses... Só de lembrar que o melhor jogador de futebol português de sempre era um mulato e o militar português mais condecorado de sempre é um preto da Guiné-Bissau...

E sabes uma coisa, a FN não é contra a existência de pretos franceses. Aliás, cheguei a colocar aqui no blogue uma entrevista em que a Marine Le Pen afirma que não interessa a raça mas sim a nacionalidade francesa.

http://bloguedofirehead.blogspot.com/2015/03/a-raca-nao-nos-interessa-madame-o-que.html

Esta é uma notícia que passou ao lado dos blogueiros racialistas. Não lhes convém admitir certos factos. E na Holanda, o PVV é liderado por um mestiço de segunda geração. Para mim, o que me leva a apoiar estes partidos é o facto de serem claramente anti-islâmicos e também porque têm possibilidades reais de chegar ao poder, a contrário do PNR. O CDS-PP não é perfeito - e não me interessa se o Paulo Portas é panasca, se há ou não maçons, ou o facto de até haver um mulato e um tipo com ascendência macaense no partido - mas para mim é um mal menor.

O PNR não cresce em Portugal mais por causa da mentalidade do povo tuga do que por outra coisa. Portugal e Espanha saíram duma ditadura de direita há relativamente pouco tempo e isso fez com que a esquerda soubesse aproveitar-se bem disso para envenenar as pessoas... Só assim se compreende o facto de merdas como o Bloco de Esterco e o Podemos terem o apoio que já têm.

Por mim podes e deves continuar a votar no PNR se é isso que a tua consciência te pede. É ver se fazes a diferença.