quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

O Reino Unido já não é cristão?


O Reino Unido já não é mais cristão portanto deve deixar de agir como tal, sentenciou uma juíza que é baronesa, Elizabeth Butler-Sloss. E um relatório oficial, da Comissão sobre a Religião e a Crença na Vida Pública, informa que houve "um declínio geral na afiliação cristã" e que, como tal, é preciso começar a pensar num novo paradigma que passa por substituir alguns bispos anglicanos presentes na Câmara dos Lordes por líderes de outras confissões religiosas presentes no Reino Unido, como rabinos, imãs e talvez também, digo eu, gurus, xamãs e bruxas.


De acordo com o relatório, apenas dois em cada cinco britânicos se identificam como cristãos e seitas como o islamismo, o hinduísmo e o siqhismo (uma fusão entre o islamismo e o hinduísmo) já superaram em número os judeus.


Além do aumento do número de muçulmanos, hindus ou siqhs, cresce também o número de irreligiosos, agnósticos e ateus. Estes em regra estão na linha da frente no combate ao Cristianismo e são irracionalmente a favor da islamização, directa ou indirectamente.


O Reino Unido é um dos poucos lugares da Europa onde já existem tribunais regidos pela lei da sharia, que também já é aplicada nas no-go zones, como o distrito londrino de Tower Hamlets.


Na verdade o Reino Unido já há séculos que deixou de ser cristão, isto é, católico, devido à instauração da seita anglicana como "religião oficial" (o Reino Unido não é oficialmente laico), com o monarca britânico a ocupar o lugar do Papa. Ainda assim, o Reino Unido é terra de muitos valorosos católicos, como Thomas More, John Fisher, John Henry Newman, J. R. R. Tolkien, G. K. Chesterton, o último governador britânico de Hong Kong Chris Pattern, entre outros.

2 comentários:

Ivan Baptista disse...

" O Reino Unido é um dos poucos lugares da Europa onde já existem tribunais regidos pela lei da sharia, que também já é aplicada nas no-go zones, como o distrito londrino de Tower Hamlets. "

Não percebo nada de história e nada de nada, mas sempre ouvi falar do hino ou de uma musica, God save the Queen .
O seu significado acho que tem algo de simbólico, qualquer coisa como, os países anglo-saxónicos ou até mesmo as colónias do antigo Império Britânico , união-se para o mesmo prepósito , acho que é mais isso .
O que eu pergunto é, e então e a Arábia Saudita é o quê em relação á Rainha Isabel 2 ? Um aliado ? É que os persas e os árabes, ou seja, os sunitas e xiitas e mais não sei uns quantos, parece que são diferentes entre si .
E Secalhar é por isso que uns são amigos do ocidente e os outros apenas Terroristas ! Não será assim ?

O problema do Cristianismo ?

Olha, cá na Tugolandia, há cada vez mais clientes nas iurds e doutras evangélicas, Jeovás, Hélders , mormons e etc.. a fazer concorrência ao catolicismo .
Secalhar porque não se sabe gerir a igreja Católica, tão bem como nas protestantes ! O porquê disso, eu não sei, mas pessoalmente, acho que as iurds são mais apelativas ao usar e secalhar abusar, um pouco mais da publicidade e da inovação e do empreendedorismo .
É que já entrei numa iurd em chelas,( acho que é a única principal que fica em chelas ) e achei aquilo parecido com uma feira popular, Colombo ou um parque de diversões , enfim.. um espetáculo ! :O

Pá, façam iniciativas do tipo, ponham orações on-line, ou num canal da Meo Noz, ou vodaphone, sempre em directo .
Façam propaganda a apelar reuniões na catequese, fazendo brigadas da palavra do senhor em cada canto, em cada esquina e arredores .
Andem tambem sempre de fatinho e gravata se forem aos pares, sempre á procura de potenciais crentes, em cada esquina, em cada canto e arredores .
Façam uma revista mensal ou semanal, gratuita, para se meter nas caixas de correio .
Façam publicidade na Rádio, Jornal, TV e Net, onde para pagar tudo isto, peçam sempre o dizimo em todas sessões, a aqueles que pedem fiado peçam os juros, e caso não pagauem, utilezem sempre, os melhores métodos e mais eficazes, iguais aos dos cobradores do fraque ) .

Sejam inovadores e expandem a imagem de marca do catolocismo em diferentes áreas de diversificação, tipo, uma universidade, um hospital ou lacticinios, com a imagem de marca, Católica® .
Não tenham medo do franchising, porque a marca será sempre a melhor, a católica® claro está , é que os seus colaboradores, serão os mais felizes de todos ;)
Ponham acções na bolsa com a marca Católica® S.A, S.A porquê ? Não sei bem porquê, mas parece que são as melhores, porque sempre vi que as melhores marcas acabam sempre em S.A .
Bem, tens a Nintendo que acho que é de marca Limitada, e a Nintendo é uma das minhas perferidas, com os melhores videojogos do mundo :)
Mas se existirem videojogos com a imgaem de marca Católica®, seria bem interessante, seriam jogos pedagógicos e biblicos, sem mostrar aquela coisa da violência e sexo fácil, coisa habitual nos videojogos, bem, a Nintendo sempre censura alguma coisa, mas já não é a mesma coisa .

Percebes ? Secalhar é isso que faz falta na Católica, marketing ;)

Se podessem gerir a igreija Católica com um pouco mais de espirito empreendedor, competitivo e inovador, isso é que era bom, éra só ver a quantidade de gente a aderir :)

FireHead disse...

O Reino Unido é ainda hoje um reino que é colonialista nato e puro. Juntamente com a França, atacaram o facto de Portugal ter as províncias ultramarinas antes do 25 de Abril de 1974, obrigando Portugal a descolonizar-se, mas ironicamente ainda mantêm ambos províncias ultramarinas no mundo...

O problema do Catolicismo actual é falhar em cativar as pessoas e tudo isso teve início desde o fatídico Concílio Vaticano II, que permitiu o relativismo e mesmo a incerteza em relação a tudo aquilo que deveria defender como certeza absoluta. Foi a partir dessa altura que o Catolicismo começou a perder fiéis e disso se aproveitaram as inúmeras seitas protestantes, que começaram com a propaganda enganadora de garantir o céu e a prosperidade mas que na verdade exploram a pobreza espiritual e a burrice das pessoas. Quando tu ouvires algum protestante dizer que já foi católico tens de o ignorar, pois essa pessoa nunca foi católica de verdade: se ela fosse católica de verdade, jamais deixaria o Catolicismo.

Olha, as tuas sugestões na verdade até já foram colocadas em prática. Mesmo entre os católicos existem grupos bastante activos, como por exemplo a Canção Nova dos carismáticos. Estes usam as mesmas "armas" que os protestantes a fim de arrebatarem para si (de volta) os fiéis. Mas agora isso dos jogos, lol...

Uma coisa é certa: não é a Igreja que precisa de fiéis para sobreviver, ao contrário do que pensam muitas pessoas que não percebem patavina do assunto. A Igreja já existe há quase 2000 anos e sempre teve os seus altos e baixos, portanto não é pelo número de fiéis até porque quando o Cristianismo começou, ele era apenas um grupo muito reduzido de pessoas. As pessoas é que precisam da Igreja Católica.