segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Notas soltas


O início da segunda volta da Liga NOS promete: vencemos o Estoril por 2-1 e vimos os nossos grandes adversários perderem pontos (já lá iremos). Leo Bonatini abriu o activo aos 11' na única oportunidade que o Estoril teve na primeira parte mas demos a volta ao marcador através de Mitroglou, aos 52', e de Pizzi, aos 67'. Podíamos ter marcado antes do Estoril se não fosse o poste da baliza de Kieszek a negar um golo ao nosso melhor marcador, Jonas, logo aos 8'. "A onda vitoriosa é para continuar", garantiu Rui Vitória, que viu a equipa que orienta subir ao 2.º lugar no campeonato com menos dois pontos que os lagartos.


No jogo de abertura da 18.ª jornada, o Sporting recebeu e empatou com o último classificado, Tondela, a duas bolas. Um resultado completamente inesperado que começou a ser desenhado após a justa expulsão do guarda-redes lagarto Rui Patrício, que deu uma grande penalidade aos visitantes agora comandados por Petit aos 31'. Mesmo a jogar com 10 o Sporting ainda deu a volta ao marcador, através de Slimani e Gelson Martins, mas Salva Chamorro, perto do fim, fez o 2-2 final e calou os adeptos lagartos que certamente já festejavam. O presidente lagarto, Bruno de Carvalho, foi expulso por protestar contra o árbitro Luís Ferreira (típico...) e o presidente do Tondela, Gilberto Coimbra, disse que anormal não foi o Tondela ter empatado em Alvalade, mas sim ter perdido com os lagartos na primeira volta graças à arbitragem que pudemos todos ver (o tal lance de João Pereira a lançar a bola com as mãos já dentro da linha de jogo, por exemplo), acrescentando também que o Sporting talvez tivesse pensado que o Tondela ia jogar "com TGV, comboios e autocarros".


O Clube Regional Assumidamente Corrupto (CRAC) não fez melhor que o líder: foi perder a Guimarães por 0-1, golo apontado num lance logo aos 4' em que o craque do guarda-redes espanhol Iker Casillas deu um pollo, que é frango em espanhol. Depois de despachar o triste Boavista da Taça de Portugal, os Andrades corruptos voltaram assim a atrasar-se na corrida ao título e já foram ultrapassados por nós.


Começou a Liga de Elite de 2016. O bicampeão macaense, Sport Macau e Benfica, obteve uma vitória tranquila por 5-0 contra o Polícia com um poker de Carlos Leonel e um golo de Lei Kam Hong. O Ka I, que venceu a Taça de Macau e o campeonato da Bolinha em 2015, também venceu o seu adversário, Kei Lun, por 5-0. O Sporting de Macau bateu o Lai Chi por 4-1, a Casa de Portugal empatou com o Chuac Lun a três bolas e no jogo grande da primeira jornada o Chao Pak Kei ganhou ao Monte Carlo por 3-2. Na próxima jornada é a vez do Benfica de defrontar o Monte Carlo.


De forma algo inesperada, D. José Lai Hung-seng vai deixar de ser o bispo de Macau. O bispo de 70 anos pediu a sua resignação por motivos de saúde e no sábado cederá o seu lugar a Stephen Lee Bun-sang, que é bispo auxiliar de Hong Kong e que já foi nomeado pelo Papa Francisco para ocupar o cargo máximo da Igreja Católica em Macau. Os católicos lusófonos já começaram a demonstrar alguma preocupação, pois o novo bispo não fala português, lacuna que poderá colocar também a língua portuguesa numa posição de fragilidade a nível da Igreja local.


A capital portuguesa foi considerada pelo sítio britânico Evening Standard "a nova Barcelona... mas melhor". São 10 as boas razões para visitar Lisboa, explicou a jornalista Kate Lough. Em primeiro lugar, está o custo, pois Lisboa é uma das capitais europeias "mais baratas", dando o exemplo do custo do litro de cerveja, bem abaixo do preço praticado em Barcelona, Amesterdão ou Paris. Depois há as actividades que podem lá ser praticadas, como os desportos aquáticos, a pesca, a culinária, os passeios, etc. O clima é outro dos pontos destacados: Lisboa tem "3000 horas de sol por ano e temperaturas que superam os 30 graus nos meses mais quentes". A "vida nocturna brilhante" também não foi esquecida: o Bairro Alto é "um dos melhores bairros para uma grande noite" e a cidade é "lar de mais de 250 bares e clubes, incluindo hot-spots como o Lust, o Ministerium e o Lux. Kate conclui a sua reportagem dizendo que Lisboa é "um destino para todo o ano" até porque fica apenas a cerca de duas horas de avião de Londres. "Justin Bieber, Ed Sheeran, Selena Gomez e Little Mix" são algumas das celebridades que já foram "atraídas" pela beleza lisboeta, classificada, ainda, como "uma das mais silenciosas do mundo". Lisboa é "uma cidade compacta, amigável e com uma grande essência para a vida".


Pela primeira vez em cinco anos, Portugal voltou a ter mais bebés. De acordo com dados do Instituto Ricardo Jorge, em 2015 houve 85 058 testes do pezinho, mais 1958 do que em 2014. Um dos motivos para este aumento tem a ver com o facto de já ter chegado finalmente a hora de muitas mulheres, que adiaram o projecto de ser mãe, abraçar a maternidade.


O britânico Simon Watson, de 41 anos, é o maior dador de esperma do mundo, sendo pai de nada mais nada menos do que 800 crianças. Simon anuncia os seus serviços através do Facebook e vende a "poção mágica" por 66 euros. Ou seja, por 66 euros este homem contribui para o aumento da possibilidade real da existência de relações incestuosas...


A imagem de cima tornou-se viral nas redes sociais e não é muito difícil perceber porquê: em Manchester, no Reino Unido, um pássaro foi fotografado pelo usuário do Twitter Will McStardust mordendo um cigarro.


No sábado passado, os taiwaneses elegeram, pela primeira vez na sua história, uma mulher para liderar Taiwan: Tsai Ing-wen, do Partido Democrático Progressista (PDP), que já garantiu que vai defender a soberania da ilha. O Partido Nacionalista Chinês, Kuomintang, sofreu uma derrota histórica (o PDP conseguiu a maioria absoluta - 67 em 113 assentos parlamentares), algo que já está a fazer preocupar a China, que censurou todas as referências à vitória do PDP na Internet e avisou, através do jornal oficial China Daily, que a "independência (de Taiwan) significa a guerra". Tsai Ing-wen, de 59 anos, aproveitou-se da preocupação do povo taiwanês perante a gradual aproximação que o Kuomintang tem promovido em relação à China e garantiu que Taipé deverá terminar a sua dependência económica em relação a Pequim. Ao abrigo do "Consenso de 1992", tanto a República Popular da China como Taiwan (República da China) reconhecem a existência de uma única China, mas cada lado faz a sua própria interpretação desse princípio.

Sem comentários: