domingo, 10 de janeiro de 2016

Notas soltas


O piloto português da Honda Paulo Gonçalves, líder geral nas motos, parou durante uma das etapas do Dakar para assistir ao seu colega de profissão Mathias Walkner, da KTM, que sofreu um acidente. O austríaco, um dos favoritos à vitória, poderá ter fracturado uma clavícula e o fémur. "Fiz aquilo que me competia, ao contrário acredito que fizessem o mesmo por mim. O Dakar é uma aventura de muito risco, de muito sacrifício, damos tudo por tudo ao longo de vários dias, milhares de quilómetros, e o risco está sempre à espreita. Não sou um herói, sou um ser humano com respeito pelos outros. A nossa vida vale mais que qualquer vitória, sem ela não vencemos!", escreveu Paulo Gonçalves no Facebook. Felizmente, a organização do rali decidiu repor ao piloto português o tempo perdido na assistência ao seu colega de profissão.
Bravo, Paulo Gonçalves!


Em Natal, no Brasil, a advogada Paloma Gurgel de Oliveira Cerqueira, de 28 anos, levou quatro tiros durante um atentado no passado dia 19 de Dezembro e só não morreu por causa do silicone nas mamas: uma das balas não conseguiu atingir o tórax porque entrou no silicone e saiu por um lado. Paloma estava num estabelecimento com uma sócia quando um homem entrou e disparou vários tiros contra ela, achando que ela tinha morrido depois de lhe ter atingido no peito. A advogada está agora sem andar e perdeu os movimentos da mão direita, que usa para escrever. Vítima de ameaças desde Agosto passado, Paloma afirma que elas têm a ver com a "concorrência de trabalho" e anda agora com medo de sofrer novo atentado.
Pelo menos o silicone salvou-lhe, para já, a vida...


José Domingues, o proprietário da área de serviço Prio, na Estrada Nacional 4, no Vimieiro (Arraiolos, Alentejo), já teve mais de 13 mil euros de prejuízos depois da sua bomba ter sido assaltada já cinco vezes desde o último mês de Setembro. A GNR, sempre que é chamada, dizia-lhe apenas "azar". "Se pudesse já tinha apanhado os ladrões, porque não é difícil. Mas já tive aqui assaltos em que cheguei uma hora antes da GNR e venho de mais longe. Vivo em Vendas Novas, a cerca de 70 quilómetros, e a investigação está a 20, em Estremoz. Assim é complicado", lamentou o empresário. Os assaltos foram cometidos por homens encapuzados.
Se o José Domingues fizesse justiça com as suas próprias mãos e caçasse os assaltantes, aí a GNR lixá-lo-ia logo! Ah, que maravilhosas justiça e segurança que existem em Portugal do pós-25 de Abril de 1974...


A braços com um cancro na mama, a actriz Sofia Ribeiro, de 31 anos, iniciou recentemente o primeiro ciclo da quimioterapia e partilhou um vídeo nas redes sociais em que surge emocionada a rapar o cabelo, tendo vários dos seus amigos e colegas de profissão elogiado a sua coragem. "Que possamos juntas enfrentar com força, paz, esperança e amor todos os passos deste caminho", escreveu assim a actriz referindo-se a todas as mulheres que sofrem da mesma doença no comentário que acompanha o vídeo. O cancro foi-lhe diagnosticado no dia 13 de Novembro de 2015.


No Reino Unido, o polémico jornalista Dan Hodges, de 46 anos e do jornal The Daily Telegraph, apostou que o partido nacionalista britânico UKIP (UK Independence Party) não ultrapassaria os 6% nas últimas eleições e perdeu a aposta. Como consequência, no dia 7 atravessou a correr em tronco nu e só de boxers ao frio e à chuva a avenida Whitehall desde a praça Trafalgar até ao Parlamento porque prometeu correr nu com uma máscara da cara do líder do UKIP, Nigel Farage, enquanto canta a canção Land of Hope and Glory (Terra de Esperança e Glória) se de facto o partido de extrema-direita surpreendesse. Muita gente aplaudiu o facto de Dan ter feito o que fez, mas a verdade é que ele não cumpriu de maneira nenhuma a promessa que fez, pois não correu nu, não usou nenhuma máscara com a fronha do Nigel Farage nem cantou a referida canção.
Esse Dan Hodges só podia ser um esquerdista mesmo, né?


O Programa de Opinião Pública da Universidade de Hong Kong indica que os residentes de Macau sentem-se cada vez mais ligados à China, com um aumento do nível de confiança no Governo Central e no futuro da China em geral. Há também menos pessoas em Macau que consideram que "pertencem" a Macau e, fruto da continuada descida das receitas do jogo, há uma maior preocupação com a estabilidade e com as condições de vida.
Que haja cada vez menos gente em Macau que considera que pertence a Macau não é novidade nenhuma, pois mais de 50% da população que habita em Macau não é macaense, isto é, natural de Macau, ou seja, os macaenses nem sequer são a maioria na sua própria terra. De resto, é também normal que os residentes de Macau comecem, porque não têm outro remédio, a identificar-se mais com a China, pois afinal de contas Macau já foi entregue aos chineses em 1999. É tudo uma questão de tempo até Macau se tornar uma cidade 100% chinesa.


Em Amesterdão, na Holanda, a senhora Gilda, de origem surinamesa (o Suriname, na América do Sul, é uma antiga colónia holandesa), ganhou 2,1 milhões de euros na lotaria de Ano Novo durante o processo de divórcio e, felizmente para ela, o tribunal decretou que ela não vai precisar de partilhar o prémio com o seu ex-marido, que há cerca de quatro anos atrás foi viver com a sua nova companheira. Este reclamou dizendo que ele e a Gilda jogavam na lotaria sempre juntos durante os 30 anos de casados e que isto deveria ser incluído no acordo de divórcio, mas o juiz ressaltou que as finanças de ambos já estavam separadas e que a Gilda ganhou a lotaria jogando com o seu próprio dinheiro.
Ah pois é, já foste...


O "cão mais feliz do Japão", Marutaru, de raça japonesa Shiba Inu, tem 2,2 milhões de seguidores no Instagram e costuma ser abordado por fãs para tirar fotos quando passeia com o seu dono, Shinjiro Ono. De acordo com a Associated Press, Marutaru, ou simplesmente Maru, é o cão com mais seguidores no Instagram em todo o mundo. O canídeo tem sete anos e é altamente sociável e meigo.


No Reino Unido, o calendário escolar vai adaptar-se, pela primeira vez, ao calendário islâmico que é para "não penalizar" os alunos muçulmanos. Como no país existem localidades como Birmingham ou Bradford onde a percentagem de população estudantil muçulmana chega a atingir os 25%, parece que é necessário adaptar o programa escolar às contingências do Ramadão, um período em que os muçulmanos costumam estar mais "debilitados" em termos físicos, o que pode ter influências em termos de estudo e de preparação para os testes. Em Espanha tal ainda não aconteceu, mas a Comissão Islâmica já pediu para que o país vizinho siga o exemplo britânico.
Ainda bem que a islamização no Ocidente é um mito, como diz o outro...


O blogueiro Orlando Braga voltou a cascar, uma vez mais, no padreco herege Anselmo Borges, acusando-o de escamotear a cultura da fé cristã, "que é a marca de uma civilização", sofismar em relação ao dogma e à teologia e desconhecer que a Igreja Católica se separou do poder na Europa ocidental para servir, durante séculos, de contra-poder. Além disso, o padreco modernista faz uso da "falácia da generalização", dizendo que os cardeais e os bispos vivem como faraós. "Ao querer tornar a Igreja Católica inumana (no sentido de eliminar dela a Natureza Humana), o papa-açorda Francisco e os seus apaniguados (como o Anselmo Borges) pretendem destruir a Igreja Católica. É isso que essa gente pretende, em nome da criação de uma Igreja Católica perfeita, feita por homens perfeitos e por santos que ainda não morreram mas que (alegadamente) já fazem milagres", terminou assim o blogueiro mais uma crítica.

Sem comentários: