terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Mais consequências da crise dos refugiados (XV)

Na pequena aldeia italiana de Pavia, 24 «refugiados» subsarianos andam há muito tempo a exigir às autoridades uma empregada doméstica para lhes limpar a porcaria que fazem. Como a exigência não foi atendida, começaram a espalhar lixo pelas ruas como forma de protesto, bloqueando as ruas principais. Outro dos motivos de descontentamento é o facto do WI-FI ter estado com problemas, o que os impede de falar com os seus familiares em África.

Começam por pedir a mão e depois exigem o braço todo...
E por falar em «refugiados» subsarianos, um «refugiado» subsariano foi filmado a fazer as suas necessidades fisiológicas no metro de Berlim, em Alexanderplatz. O blogue Bare Naked Islam aposta que se trata de um muçulmano da Somália.


Na católica Eslováquia, o primeiro-ministro, Robert Fico, afirmou que o seu país não aceitará muçulmanos e condenou o multiculturalismo. "O multiculturalismo é uma ficção", disse assim Robert Fico, que garantiu que a Eslováquia lutará contra a entrada de migrantes islâmicos para evitar ataques como os de Paris ou Colónia. "Não só estamos a recusar as quotas obrigatórias, como nunca tomaremos uma decisão voluntária que levaria à formação de uma comunidade muçulmana unificada na Eslováquia", defendeu.

A posição de Fico é compartilhada pelos países vizinhos da Eslováquia
E razão tem mesmo o primeiro-ministro eslovaco, pois agora veio a saber-se que o terrorista muçulmano que no aniversário do atentado contra o Charlie Hebdo tentou atacar uma esquadra da polícia em Paris é um «refugiado».

Afinal é um «refugiado» tunisino que se chama Tarek Belgacem
Algumas revistas alemãs foram consideradas «racistas» por causa das suas capas a propósito dos recentes ataques sexuais às mulheres por parte de "árabes e norte-africanos" na véspera do Ano Novo em Colónia. Tanto a polícia como os média alemães receberam ordens, por motivos políticos, para não divulgar esses ataques sexuais. A verdade acabou por vir ao de cima porque, de facto, foi impossível contê-la.

Racismo?
Porque será?
À conta do que aconteceu em Colónia, disparou na cidade a compra de gás pimenta, além de armas propriamente ditas, e também aumentou a procura por cursos de auto-defesa. Tudo por causa dos «refugiados».

video

37% das mulheres alemães afirmam que agora vão passar a evitar grandes aglomerações de pessoas. O problema é que isso é irrelevante, pois em Florença, em Itália, uma mulher de 29 anos foi molestada por um paquistanês na praça de São Marcos. E o pior é que na passagem de ano anterior, ou seja, de 2014 para 2015, também houve agressões sexuais cometidas por muçulmanos na Suécia, mas as autoridades locais fizeram questão de as abafar que é para não darem razão aos nacionalistas e demais extremistas. O mesmo fizeram nas últimas duas edições de um festival de música em Estocolmo.


Foi desmantelado um grupo que traficava ilegalmente «migrantes» na Bélgica com destino ao Reino Unido. Os traficantes cobravam 2000 euros por cada pessoa e a polícia deteve 10 suspeitos.

6 comentários:

Anónimo disse...

"um «refugiado» subsariano foi filmado a fazer as suas necessidades fisiológicas no metro de Berlim, em Alexanderplatz. O blogue Bare Naked Islam aposta que se trata de um muçulmano da Somália.''

LOL...Quanto fanatismo islamohesterico propagam esses judeus.
se o gajo fosse mesmo muçulmano nunca ficaria embriagado -como é o caso- e jamais ia despir-se em publico.

"Na católica Eslováquia, o primeiro-ministro, Robert Fico, afirmou que o seu país não aceitará muçulmanos e condenou o multiculturalismo."

Certo,então bora lá mandar mas de 20% da população de volta pra india é que de onde os ciganos pertencem?!
merkel ,cameron e tantos outros tambem disseram que o multirracialismo falhou. E depois ?



Anónimo disse...

"Algumas revistas alemãs foram consideradas «racistas» por causa das suas capas a propósito dos recentes ataques sexuais às mulheres por parte de "árabes e norte-africanos" "

Porque colacaste arabes e norte africanos entre aspas,sabes algo que não foi divulgado na noticia?

FireHead disse...

LOL...Quanto fanatismo islamohesterico propagam esses judeus.
se o gajo fosse mesmo muçulmano nunca ficaria embriagado -como é o caso- e jamais ia despir-se em publico.


Ai é?? Como é que tu sabes?

Certo,então bora lá mandar mas de 20% da população de volta pra india é que de onde os ciganos pertencem?!

20% da população eslovaca é cigana?? E é para a Índia que os ciganos voltam? Se eles já nasceram na Europa logo para a Índia é que não voltam. Quanto muito vão. Aprende a usar os verbos correctos.

merkel ,cameron e tantos outros tambem disseram que o multirracialismo falhou. E depois ?

E depois o que foi dito não teve correspondência na prática.

FireHead disse...

Porque colacaste arabes e norte africanos entre aspas,sabes algo que não foi divulgado na noticia?

Não, por isso mesmo que eu coloquei as aspas porque limitei-me a citar o que os média dizem.

Anónimo disse...

20% da população eslovaca é cigana?? E é para a Índia que os ciganos voltam? Se eles já nasceram na Europa logo para a Índia é que não voltam. Quanto muito vão. Aprende a usar os verbos correctos."


os ciganos sao oriundos da india ,nao da Europa .logo,terão eles que voltarem para sua terra anscestral.

FireHead disse...

«os ciganos sao oriundos da india ,nao da Europa .logo,terão eles que voltarem para sua terra anscestral.»

Sim e a humanidade tem origem em África portanto todos nós temos que "voltar" para lá, que é a nossa terra ancestral. Foda-se, cala-te!