sábado, 9 de janeiro de 2016

Jihadista mata a sua própria mãe


Notícia da Renascença: o militante do Estado Islâmico que dá pelo nome de Ali Saqr, de 20 anos e da Síria, executou a sua própria mãe com um tiro na cabeça na passada quinta-feira, em Raqqa, depois desta lhe ter pedido para deixar o grupo terrorista. Ali entregou-a a um juiz que a condenou à morte por apostasia. A execução teve lugar diante da estação de Correios de Raqqa onde a mulher trabalhava.
Pode ser que o Ali Saqr não tenha que esperar muito para ir também com os porcos...

4 comentários:

RICARDO DA SILVA LIMA disse...

E depois, alguns ainda dizem que esta "religião" não é satânica.

De quais provas mais estes precisam?

Lura do Grilo disse...

"respeitar pai e mãe" mesmo que quando velhinhos "fiquem fracos de espírito": é o que diz o cristianismo

FireHead disse...

RICARDO DA SILVA LIMA,

Quando eles já acreditam que o islão é satânico dirão também que o Cristianismo o é.

FireHead disse...

Lura do Grilo,

Não se preocupe. Os islamófilos rapidamente descobrem passagens violentas na Bíblia para dizerem que os cristãos são tão horríveis como os muçulmanos.