terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Há ir e BIR


Surgiu um novo episódio da já longa série Macau sã assi (Macau é assim): já começaram a surgir problemas aos cidadãos portugueses de Macau que querem obter ou renovar o BIR (Bilhete de Identidade de Residente), o que já levou algumas personalidades portuguesas, como o deputado José Pereira Coutinho, a barafustar e a exigir que o cônsul português Vítor Sereno faça algo. Este parece que vai discutir o problema com Wong Sio Chak, o secretário para a Segurança. De acordo com os jornais portugueses de Macau, as autoridades andam a exigir aos portugueses registos bancários e ordenados de pelo menos 25 mil patacas (mais de 2500 euros) no processo de atribuição/renovação do BIR para garantir a permanência no território.
Se isto é mesmo verdade e se nada for feito em relação a isso então muitos portugueses poderão ter os dias contados aqui, penso eu de que.

2 comentários:

wind disse...

Começam a estar sobre o jugo da China, mas agora a sério!

FireHead disse...

Por um lado é bom, pois o que infelizmente não falta aqui são portugueses sacanas que pensam que isto ainda é uma colónia. Se dependesse de mim muitos portugueses já por cá não estariam nem muitos cá meteriam os pés.