domingo, 24 de janeiro de 2016

Continua o genocídio dos cristãos

A ONG Portas Abertas (Open Doors), que acompanha e denuncia a perseguição aos cristãos em todo o mundo desde 1955, afirma, feitas as contas do ano transacto, que a perseguição aos cristãos atingiu "um nível semelhante à limpeza étnica" devido ao "extremismo islâmico" (não é "extremismo islâmico" mas sim "verdadeiro islamismo", mas pronto...). 


Sem contar com a Coreia do Norte, a Síria e o Iraque por falta de dados, mais de 7200 cristãos foram assassinados devido à sua fé no ano passado - um aumento de quase 3000 vítimas em relação a 2014. Cerca de 2400 igrejas foram atacadas - mais que o dobro do ano passado - e continua a haver uma implacável perseguição localizada.

video

Sereis odiados por todos, por causa do meu nome (Lucas 21:17).

2 comentários:

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

O INTERESSANTE É VER PAÍSES DE MAIORIA CATOLICA EM AMARELO COMO AMERICA ESPANHOLA

FireHead disse...

É por causa das FARC que vêem os cristãos como colaboradores do governo e dos cartéis de droga.