sábado, 9 de janeiro de 2016

Afinal na Finlândia também houve agressões sexuais na passagem de ano


Meios de comunicação social como o Jornal de Notícias dizem que afinal também na Finlândia houve um abuso sexual sem precedentes na estação ferroviária da capital Helsínquia, onde se reuniram cerca de mil «refugiados» iraquianos na noite de passagem de ano. "Não tem havido este tipo de abuso em passagens de ano anteriores, ou sequer noutras ocasiões... Este é um fenómeno completamente novo em Helsínquia", garantiu o director-adjunto da polícia da capital da Finlândia, Ilkka Koskimaki, que acrescentou que "os suspeitos eram requerentes de asilo".
Talvez daqui a nada possamos vir a saber que também houve agressões sexuais cometidas por «refugiados» na noite de passagem de ano na Dinamarca, na Bélgica, na Holanda e quiçá em Portugal...

Sem comentários: