domingo, 6 de dezembro de 2015

Benfica é uma lição

Não sabia que tínhamos jogado na sexta-feira. Pois foi, jogámos e vencemos em casa a Académica de Coimbra por 3-0. Sem espinhas. Superioridade incontestável. Um bis de Jonas, conseguido graças a duas grandes penalidades - bem assinaladas! -, e um golaço do jovem Renato Sanches fizeram a história do jogo.


"Foi uma vitória justa e clara. Queríamos vencer no regresso a casa e conseguimos de forma clara contra um adversário que não perdia há sete jogos. Tivemos o jogo sempre controlado, fizemos três golos mas podíamos ter feito mais", disse Rui Vitória à BTV, elogiando Renato Sanches: "Foi a cereja no topo do bolo. Faltava um golo mais para colorir a exibição e foi um belíssimo golo. É um jogador que está a crescer e foi uma estreia em grande que não vai esquecer". "Além de Renato Sanches, Nélson Semedo e João Teixeira, houve ainda Nuno Santos, Clésio e Vítor Andrade. Não lançamos jogadores por lançar, jogam porque têm qualidade. Todos os que trabalham no clube podem sentir-se satisfeitos e os jovens motivados, porque a qualquer momento pode acontecer, as portas estão abertas. Fico contente por os jovens estarem a jogar e a acrescentarem algo à equipa, mas isso só é possível porque ao lado deles estão grandes homens e grandes jogadores que os ajudam", acrescentou o técnico português, garantindo que não pediu a Luís Filipe Vieira reforços na reabertura do mercado de transferências.

Sem comentários: