sábado, 28 de novembro de 2015

Os muçulmanos confirmam o islão


O que nos diz a verdade sobre o islão:

A liberdade de expressão e o islão não podem coexistir.
A liberdade de pensamento e o islão não podem coexistir.
A liberdade religiosa e o islão não podem coexistir.
Os direitos das mulheres e o islão não podem coexistir.
Os princípios democráticos e o islão não podem coexistir.
O Maomé afirmou que se fez vitorioso através do terror.
O Alcorão incita à violência e à morte dos "infiéis".

video

O que nos diz o politicamente correcto sobre o islão:

O islão é a religião da paz.
Os terroristas não são muçulmanos de verdade.
O Estado Islâmico não é islâmico.
A Al-Qaeda não é islâmico.
Todos os grupos terroristas islâmicos não são islâmicos.
O Maomé pregou o amor e paz.
O Alcorão prega o amor e a paz.

4 comentários:

Anónimo disse...

Então agora os muçulmanos que em geral têm um QI<80 e que professam uma religião que só alguém débil pode acreditar é que são o grande INIMIGO?? Isto realmente é ridículo, patético até...

Eu pergunto, foram os islâmicos que alteraram as políticas de imigração na europa?
Foram os islâmicos que se infiltraram nos partidos, nas universidades nas décadas de 50' e 60' e criaram o marxismo cultural?
Foram os islâmicos que destruíram o nacional socialismo e que o diabolizam?
São os islâmicos que estão nos lugares chave na europa e que são juízes, procuradores, donos de grupos de comunicação social, bancos, ONG’s etc etc etc??

Mas estes gajos são assim tão burros? Custa a crer que sejam tão burros a este ponto que estejam a cair numa contrariedade dessas.

Então esses milhões de islâmicos que foram metidos pela europa a dentro e que se comportam segundo a natureza deles que é ser violenta e que vivem segundo a cultura/religião deles é que têm culpa..? devem desejar que sejam assimilados…fodasse, mal por mal, ainda bem que os tipos não se integram, senão o genocídio ariano seria ainda bem mais eficiente.. Imaginem que os árabes adoptavam os costumes e religião dos europeus, nesse cenário o índice de mistura étnica seria muito superior……
Queria perguntar se Isto tem algum tipo de lógica para vocês...
A acção destes idiotas é ainda mais perigosa porque pode forçar parte dos árabes a rever a postura e tenderão a tentar assimilar-se na sociedade, e eu sei que isto está a acontecer porque tive a oportunidade de conhecer alguns casais mistos em que uma das mulhres era árabe e ela disse que tinha vergonha do comportamento dos árabes e que por essa razão já não se considerava árabe e que tentaria tudo por tudo para se integrar a 100%(arabe Britanica).
De facto quem tem culpa foram os responsáveis políticos pelas políticas permissivas de imigração da europa desde o final da segunda guerra mundial.
Se isto não fosse sério demais eu diria que se metessem pela europa a dentro milhões de macacos(não me refio a pretos) e lhes dessem todos os direitos de cidadania, estes anormais andavam hoje nos blogues a criar posts a atacar os macacos e a criticar o estilo de vida deles e tal..

FireHead disse...

Onde tiraste tu a ideia de que o islão é o único grande inimigo? Que patetice...

Os islâmicos não destruiriam o nacional-socialismo porque adoram o nacional-socialismo. Os muçulmanos e os nazis eram muito amiguinhos e o símbolo desta amizade é a relação entre o Adolfo e o Grand Mufti de Jerusalém. Estás a querer enganar parvos? Se dependesse dos muçulmanos, o nacional-socialismo possivelmente ainda hoje existiria.

Outro dos grandes inimigos é a esquerda, daí não entender muito bem a referência que fizeste ao nacional-socialismo. Não me digas que achas que o socialismo é coisa da Direita? Como o outro idiota que costumava aqui comentar e que dizia que ser de Direita é apenas conservadorismo?

Genocídio quê?? Ariano?? Eu logo descobri de onde vinhas... Também és ariano ou quê? Vê lá se também tens origens médio-orientais então, lol.

Árabe britânica? Com certeza que isso existe, pois. Mas uma pessoa que é árabe nada pode fazer para deixar de ser árabe. Isso de ser árabe é uma fatalidade da natureza. Mas pior são os burros que confundem as coisas e associam automaticamente o ser árabe ao ser muçulmano, como se não existissem árabes que não são muçulmanos! E é à pala dessa incapacidade de distinguir as coisas que ainda hoje há amigos dos imigrantes e refugiados muçulmanos que usam a desculpa de em Portugal haver influências árabes na arquitectura, nos nomes, etc. como se isso não fosse uma coisa dos árabes mas sim dos muçulmanos, como se todos os muçulmanos fossem árabes...

Sim, foram os responsáveis políticos. Esquerdistas, maçons, etc. etc., né?

É bom saber que há gente que desculpa os actos de selvagens por estes terem um QI baixo. Sim, eles não têm culpa mesmo; são como os cães que mordem e que andam sem trela nem açaime na rua. A culpa é dos donos! Bem visto! Muito bem visto!

Ivan Baptista disse...

Porque é os Anónimos não se identificam ?
O Anónimo até escreveu ou argumentou muito bem, embora eu não lhe dê 100% razão, convence qualquer um a ser mais telorante e tal .
Ó Anónimo , se estás do lado dos macacos, não deves ter motivos para recear represálias :)

FireHead disse...

O anónimo parece-me ser mais um dos conspiracionistas marados. Pela conversa dele deve ser mais um adepto do nacional-socialismo e anti-kosher.