domingo, 22 de novembro de 2015

Nando Moura: o Cristianismo é a única coisa ideologicamente capaz de enfrentar o islão

video

video

4 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Este homem nem parece brasileiro! kkkkkk

FireHead disse...

Já o acompanho há um bom tempo e em certas coisas ele tem imensa razão.

Ivan Baptista disse...

FireHead, se eu fosse muçulmano, odiarias me ou terias medo ou desconfiança de mim ?
Repara que nem toda a gente se mete em malfeitorias, não acho que todos os católicos sejam pedófilos assim como, não acho que se deve achar, que tudo o que é muçulmano, seja um kamikaze !
Por de trás do ódio e das ideologias ou religiões, provavelmente está gente mal intencionada que "manda" os outros matar em nome da ideologia ou religião .
E aposto que isto tem uma mãozinha de identidades secretas tipo maçonaria, Iluminati ou sei lá o quê :O

FireHead disse...

Eu sou como o Geert Wilders. Se os muçulmanos forem verdadeiramente muçulmanos é porque são escória e merecem ser tratados como tal. Se forem muçulmanos não praticantes, então 'tá-se bem, desde que não andem com merdas.

Só quem não conhece o islão é que acredita que se trata de uma "religião da paz". Não é. O islão ensina claramente que os "infiéis" têm que ser subjugados ou mortos e que o islão tem que ser expandido.

O islão é também incompatível com a Nova Ordem Mundial porque deseja ele próprio ser a ordem (Ummah). Mas curiosamente a NOM e a esquerda aproveitam-se da islamização porque têm todos um inimigo comum: o Cristianismo.