quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Adolescente adepta do EI sonha matar brancos, judeus e Geert Wilders

Na Holanda, uma simpatizante do Estado Islâmico adolescente de 15 anos filha de um marroquino e de uma holandesa sonha poder matar os brancos, os judeus, o líder nacionalista do PVV Geert Wilders (que, diga-se de passagem, tem sangue indonésio da parte materna) e ver Israel e os Estados Unidos da América arderem no Inferno.

video

O islão é a "religião da paz" e o multiculturalismo afinal não falhou, ao contrário do que chegaram certa vez a dizer Merkel, Sarkozy e Cameron!

4 comentários:

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

A BURCA É BOA PRA DOUTRINAR VADIAS MAS ESSA VADIA SÓ VAI NO DEGRAU DOIS

FireHead disse...

Sim e tu quando tiveres uma gaja não te esqueças de obrigá-la a usar a burca.

Ivan Baptista disse...

KVRGANIVS NOSTRATORVM , já tinha saudades tuas , é que este blog sem ti, não é a mesma coisa !

FireHead, manda ai o link do vídeo

Quanto ao titulo.. está muito mal, porque se ela é mistura de holandês com marroquino, deduzo que seja igualmente Branca, o Geert Wilders é pálido ( quase ), e tem ascendência indonésia .


FireHead disse...

https://www.youtube.com/watch?v=eN3wi1zBmKc

Pode ser que ela não seja assim tão branquinha, embora Marrocos esteja no norte de África e o norte de África é considerada a África branca.

Quanto ao Geert Wilders, ele é um excelente exemplo para todos aqueles imbecis que acham que lá por ser de extrema-direita é preciso ser racista e ainda por cima de "raça pura"... Até parece que, entre nós portugueses, a selecção portuguesa de futebol não contava já com mulatos e negros durante o tempo da ditadura fascista e que o Salazar não considerou o mulato Eusébio como um património nacional... Venham, pois, dizer que ser de extrema-direita é o mesmo que ser nazi ou racista!