sexta-feira, 17 de julho de 2015

Amor impossível dá tentativa de suicídio no Taj Mahal


Um jovem casal, ele hindu e ela muçulmana, tentou matar-se cortando a garganta no Taj Mahal, uma das actuais sete maravilhas do mundo e um símbolo do amor na Índia construído pelo imperador mongol Shah Jahan para enterrar Mumtaz Mahal, uma das suas esposas, morta durante o parto no ano 1631. Os dois foram encontrados numa poça de sangue no interior do monumento e foram levados para o hospital onde agora se encontram ambos em situação estável. "Nós decidimos (matar-nos) depois de não conseguirmos encontrar outro meio de estarmos juntos", disse o rapaz, Rajveer Singh, ao jornal Times of India.
Mas quem é que disse que não é possível juntar as seitas hindu e islâmica? Claro que é! Tanto é que até já se juntaram! A "religião" que surgiu da fusão dessas duas seitas chama-se sikhismo (ou siquismo), aquela seita dos sikhs, os tais barbudos de cabeças embrulhadas, e que foi fundada pelo guru Nanak (1469-1539) que "pregou" aos hindus e muçulmanos dizendo-lhes: "Não há hindus, não há muçulmanos". A maioria dos sikhs do mundo, cerca de 23 milhões de vivalmas, vive no estado indiano do Panjabe onde se fala uma língua indo-ariana.

12 comentários:

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

TEM UMA SEITA NO CONGO QUE SE CHAMA CRISLÃ TAMBEM NA ZONA DE TRANSIÇÃO ONDE AMBAS SE CHOCAM; SÃO SEITAS TOSCAS

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

PARECE QUE QUEREM AGRADAR A AMBOS SENDO BUCHAS DE BUCHAS E NÃO AGRADAM A NENHUM HAHA

FireHead disse...

São deficientes mentais na sua verdadeira acepção da palavra.

wind disse...

Aquilo é uma guerra entre as 2 religiões. Coitados dos jovens.

FireHead disse...

Na verdade guerra tem o islão com qualquer outra "religião" e mesmo com o Cristianismo. Na Índia é com os hindus, na Europa ou nas Filipinas é com os cristãos, no Myanmar é com os budistas e por aí fora. O que está a mais mesmo é o islão.

Anónimo disse...

O povo mais nojento on earth

Ivan Baptista disse...

O Islão pode ser só o Bode Expiatório de outros interesses de outras potencias.
Para mim, o maior de todos os perigos neste momento nem é o islão, pior do que o islão, será o confronto entre a ex potência suprema USA e os BRIC, o conflito na Ucrânia entre os da Crimeia que são russos e os pró Aliança atlântica da Ucrânia , assiste a um medir de forças e isso, está a deixar o mundo mais para o perigoso , mais parece que estamos a voltar novamente a uma guerra fria !
Ainda vamos assistir a um Inverno Nuclear ( /watch?v=7VG2aJyIFrA )

FireHead disse...

Anónimo,

Os indianos? Epá, não fales assim! Eles partilham com os europeus a mesma ancestralidade!!

FireHead disse...

Ivan Baptista,

O islão não é o maior problema da humanidade, mas é um dos.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Blogger FireHead disse...
Anónimo,

Os indianos? Epá, não fales assim! Eles partilham com os europeus a mesma ancestralidade!!

19 de julho de 2015 às 16:15

OUTRA: NÃO SÃO ELES QUE COMEM FEZES DO RABO DA VACA COMO AQUELE DO CONGO E BEBE MIJO

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

E CLARO OS INDIANOS JA NÃO SÃO OS DE OUTRORA

FireHead disse...

«OUTRA: NÃO SÃO ELES QUE COMEM FEZES DO RABO DA VACA COMO AQUELE DO CONGO E BEBE MIJO»

Mesmo se isso for verdade não interessa: eles partilham a mesma herança com os europeus!!!

«E CLARO OS INDIANOS JA NÃO SÃO OS DE OUTRORA»

Então? O multiculturalismo e a miscegenação já deram cabo deles, é? Pós-rotices, né? Resquícios e tal? Deve ser da qualidade do caril. LOL!