terça-feira, 14 de julho de 2015

A esperança do nazismo residia na catástrofe


Sem as vingativas reparações de guerra do Tratado de Versalhes e o caos da economia alemã entre guerras, o mais provável era que os nazis não tivessem passado de um movimento marginal. Foram populares enquanto foram, porque deram vantagens materiais a grandes sectores da população alemã. A eficiência da máquina de guerra de Hitler pode ter sido exagerada, mas a política económica nazi não foi diferente da que Keynes defendia (como o próprio Keynes reconheceu) e proporcionou pleno emprego a seguir à guerra. A popularidade dos nazis foi sustentada nos primeiros anos de guerra pelo êxito militar e pela orgia do saque que este último permitiu na Europa ocupada. Dar estas vantagens à população alemã foi uma parte importante da estratégia dos nazis para conquistar e manter o poder. 
Ao mesmo tempo, os nazis mobilizaram um poderoso conjunto de crenças. A ideologia nazi difere da da maioria dos outros movimentos utopistas e milenaristas na medida em que é muito negativa. A escatologia nazi era uma imitação adulterada de tradições pagãs que permitia a possibilidade de um desastre final sem qualquer perspectiva de renovação futura. Esta escatologia negativa estava ligada a uma espécie de utopismo negativo que concentrava mais nos obstáculos ao futuro paraíso do que no seu próprio conteúdo. A escatologia dos nazis talvez tenha sido menos importante do que a sua demonologia, que vinha de raízes cristãs (nomeadamente da tradição luterana). O mundo estava ameaçado por forças demoníacas que eram personificadas pelos Judeus. O tempo presente e o passado recente eram um mal sem redenção possível. A única esperança residia na catástrofe - só depois de um acontecimento totalmente destruidor é que o Volk alemão podia ascender a uma situação de harmonia mística.

in "A morte da Utopia" - John Gray

22 comentários:

Anónimo disse...

http://nationell.nu/2015/07/12/goteborgs-synagoga-forbjuder-rasblandning/

Racistas judeus impedem casamentos mistos

FireHead disse...

Como é que se explica o facto de haver judeus de várias nacionalidades e também de raças então?

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Racistas judeus impedem casamentos mistos

ELES TÃO CERTOS O PROBLEMA É QUE SÃO FDP´S POR QUE NA TERRA ALHEIA TENTAM FAZER O INVERSO

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Como é que se explica o facto de haver judeus de várias nacionalidades e também de raças então?

POR QUE O NACIONALISMO JUDEU É UMA FRAUDE; SE EXISTISSE NAÇÃO BASEADA EM RELIGIÃO A UMMAH SERIA NAÇÃO

FireHead disse...

«ELES TÃO CERTOS O PROBLEMA É QUE SÃO FDP´S POR QUE NA TERRA ALHEIA TENTAM FAZER O INVERSO»

Essa tua crença consome-te.

FireHead disse...

«POR QUE O NACIONALISMO JUDEU É UMA FRAUDE; SE EXISTISSE NAÇÃO BASEADA EM RELIGIÃO A UMMAH SERIA NAÇÃO»

Sim, sim, e os muçulmanos que querem a Ummah são todos geneticamente iguais. Tu queres fazer dos outros parvos mas não consegues.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Essa tua crença consome-te.

15 de julho de 2015 às 16:21

SIM É MESMO CRENÇA VAI VER OS SOBRENOMES DE FRANKFURT

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Sim, sim, e os muçulmanos que querem a Ummah são todos geneticamente iguais. Tu queres fazer dos outros parvos mas não consegues.

15 de julho de 2015 às 16:22

SIM UM JUDEU ETIOPE E UM KHAZARO SÃO O MESMO

Anónimo disse...

Como é que se explica o facto de haver judeus de várias nacionalidades e também de raças então?

É porque o racismo é ele proprio fruto da ignorancia.

FireHead disse...

Por isso que se vê muito isso entre os "oprimidos" das minorias.

FireHead disse...

«SIM É MESMO CRENÇA VAI VER OS SOBRENOMES DE FRANKFURT»

Não, são sobrenomes de Chicago.

FireHead disse...

«SIM UM JUDEU ETIOPE E UM KHAZARO SÃO O MESMO»

Geneticamente não são, mas religiosamente são.

Anónimo disse...

so existem duas etnias judaicas, os sefardistas que estiveram séculos em Portugal e Espanha e q depois foram expulsos pelos reis, embora muito do seu sangue ainda esteja por cá, e os judeus askenazi, fruto d emigraçoes milenares pelo leste europeu e Russia.
Todos os outros judeus, ou chamados disso, sao judeus de religiao apenas, como os etíopes, que fartam-se de serem discriminados em Israel.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Como é que se explica o facto de haver judeus de várias nacionalidades e também de raças então?

É porque o racismo é ele proprio fruto da ignorancia.

16 de julho de 2015 às 07:43

OS PROPRIOS JUDEUS DIZEM QUE SÃO UMA RAÇA ENTÃO ELES SÃO BURROS

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

ALIAS ELES DIZEM ISSO QUANDO É CONVENIENTE INTRA-TRIBO MAS EXO-TRIBO JA DIZEM OUTRA COISA TIPICO JOGO DUPLO DALI OU INTRA-PSEUDO-TRIBO

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Geneticamente não são, mas religiosamente são.

16 de julho de 2015 às 13:34

A UMMAH TAMBEM SE BASEIA NA RELIGIÃO E NÃO DEIXA DE SER UM IMPERIO

FireHead disse...

«OS PROPRIOS JUDEUS DIZEM QUE SÃO UMA RAÇA ENTÃO ELES SÃO BURROS»

Os que dizem que são uma raça são sim.

«ALIAS ELES DIZEM ISSO QUANDO É CONVENIENTE INTRA-TRIBO MAS EXO-TRIBO JA DIZEM OUTRA COISA TIPICO JOGO DUPLO DALI OU INTRA-PSEUDO-TRIBO»

Por isso que em Israel há judeus etíopes, ou seja, assim mais para o escurinhos. Também fazem parte da nação judaica. É a raça deles, lol.

«A UMMAH TAMBEM SE BASEIA NA RELIGIÃO E NÃO DEIXA DE SER UM IMPERIO»

Exactamente. Um império multicolorido onde cabem tanto brancos como pretos.

FireHead disse...

Anónimo,

E sabes porque é que os judeus etíopes, ou de ascendência etíope, são discriminados em Israel?

E, bom, os judeus podem até dizer que são um povo específico com características próprias, mas a verdade é que não existem apenas judeus brancos. Sempre há convertidos.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

Exactamente. Um império multicolorido onde cabem tanto brancos como pretos.

17 de julho de 2015 às 13:51

FALSO O CORÃO TODA HORA INSISTE QUE MOHAMED ERA EURASIANO DESTACANDO A COLORAÇÃO DAS ZONAS MENOS EXPOSTAS AO SOL DO CORPO DELE; MENOS AVERMELHADAS; OS ARABES QUANDO VIRAM AS ARABES IMITANDO AS MUDSHARKS ALOGENAS COMEÇARAM A FICAR PUTOS COM O DECAIMENTO AINDA MAIOR

FireHead disse...

«FALSO O CORÃO TODA HORA INSISTE QUE MOHAMED ERA EURASIANO DESTACANDO A COLORAÇÃO DAS ZONAS MENOS EXPOSTAS AO SOL DO CORPO DELE; MENOS AVERMELHADAS; OS ARABES QUANDO VIRAM AS ARABES IMITANDO AS MUDSHARKS ALOGENAS COMEÇARAM A FICAR PUTOS COM O DECAIMENTO AINDA MAIOR»

O Maomé tratava os pretos abaixo de cão e incentivou a escravatura. Preto em árabe significa "escravo". Então vai agora dizer isso aos pretos muçulmanos. Vai dizer isso aos gajos do Boko Haram. Coitados, até vão ter um colapso quando souberem que são estúpidos em serem muçulmanos.

KVRGANIVS NOSTRATORVM disse...

O Maomé tratava os pretos abaixo de cão e incentivou a escravatura. Preto em árabe significa "escravo". Então vai agora dizer isso aos pretos muçulmanos. Vai dizer isso aos gajos do Boko Haram. Coitados, até vão ter um colapso quando souberem que são estúpidos em serem muçulmanos.

19 de julho de 2015 às 17:11

TO ME LIXANDO PRA ALOGENOS - AS RELIGIÕES DELES SÃO TODAS ASSIM OU É BRUXARIA OU DAI PRA BAIXO

FireHead disse...

«TO ME LIXANDO PRA ALOGENOS - AS RELIGIÕES DELES SÃO TODAS ASSIM OU É BRUXARIA OU DAI PRA BAIXO»

Bruxaria? Isso é lá com o outro que adora fogueiras para celebrar solstícios ao pé de calhaus e que não se importaria de ver os indianos em massa na Europa.