domingo, 9 de outubro de 2016

Professora operada depois de ter metido um vibrador no ânus

Emma Philips, de Wallasey, e o seu namorado, Lee Miller
No Reino Unido, a professora Emma Philips, de 24 anos, divertia-se com o seu namorado, Lee Miller, de 29, quando o vibrador que usam nas suas brincadeiras ficou entalado no seu canal anal, o que a levou a ser operada. 
Segundo a própria Emma, o vibrador "desapareceu" e alguns minutos depois ela começou a sentir vibrações dentro dela. Ela e Lee ainda tentaram remover o brinquedo com o auxílio de pinças de cozinha, mas em vão. Já no hospital, os médicos descobriram que o vibrador estava demasiado longe para ser extraído manualmente e Emma chegou mesmo a correr o risco de ter parte do intestino removido. Felizmente para ela, os médicos conseguiram exercer pressão em vários pontos do estômago da Emma para que a extracção manual fosse possível.

"Ok, o raio do vibrador já saiu"
Assustada com o que lhe aconteceu, Emma não quer para já voltar a ouvir falar em vibradores. "Quis partilhar a minha história porque há muita gente que passa por coisas semelhantes e tem vergonha em ir ao hospital. Há até quem morra por se recusar a procurar ajuda e isso não pode acontecer".

Sem comentários: