quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Guterres é o novo secretário-geral da ONU


Até parece que foi fácil: o engenheiro António Guterres, antigo primeiro-ministro de Portugal e responsável pela pasta dos refugiados da ONU, vai ser o novo secretário-geral da ONU para os próximos cinco anos (ou dez, se for reeleito). A sua grande concorrente, a búlgara Kristalina Georgieva, acabou por não fazer mossa.

6 comentários:

wind disse...

Parabéns para ele!

Afonso de Portugal disse...

Completa-se assim um quadro terrível: Mer(d)kel, Hollande, Juncker, Schulz, Costa, Marcelo, Hollande... só falta mesmo a pérfida bruxa Hilária para que a festança refujiadista prometa nunca mais acabar!

Ivan Baptista disse...

O Guterres é muito beiçudo, bom moço, mas muito beiçudo.

Dr. No disse...

O candidato perfeito porque é um idiota útil...

Dr. No disse...

A búlgara não fez mossa mas os tipos pareciam borrados de medo.
Também que hipóteses é que ela tinha se este cara de sapo do pântano começou a campanha desde Janeiro e a búlgara só tinha começado há 15 dias?
Bastava um dos membros do Conselho de Segurança vetar que este merdas ia logo de vela, o que foi pena não ter acontecido!

FireHead disse...

Wind: estava na cara que ele ia ser eleito dado ao tempo que já levava como candidato. A tal candidata de peso já entrou tarde na corrida.

Afonso de Portugal: epá, não sejas assim. Temos que ser patriotas. O Guterres é português, pá! Temos mais um dos nossos a ocupar um cargo de enormíssimo destaque! Sempre quero ver agora como é que ele vai conciliar a sua posição de católico (recordemos que ele é contra o aborto e defendeu a sua posição mesmo à revelia do PS) agora que vai começar a liderar a abortista da ONU.
Quanto à tal festança que falas, talvez possa ter o efeito inverso...

Ivan Baptista: bom moço? Bem, se ele liderar a ONU como liderou Portugal enquanto primeiro-ministro...

Dr. No: eu não estou muito preocupado com isso, sabendo aquilo que a ONU é e para que é que ela serve. Estar lá o Guterres, o Bang Ki-moon ou outro qualquer parece que não faz lá grande diferença. Vamos lá ver se eu me engano ou não.