quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Vietnamita acolhe crianças para evitar abortos


O vietnamita Tống Phước Phúc é pai adoptivo de mais de 100 crianças que escaparam do aborto. Este humilde pedreiro católico de 53 anos já chegou a ter 50 pessoas em sua casa, em Nha Trang, mas o governo comunista do país disse que era demasiada gente, o que o levou a enviar muitas das crianças para um orfanato da Igreja Católica local. "Agora tenho 18", conta.
Tống Phước Phúc começou a adoptar crianças em 2001 quando a sua esposa deu à luz pela primeira vez. Enquanto ele aguardava no hospital que a sua esposa recuperasse do parto, viu muitas mulheres que entravam grávidas na sala de parto e que de lá saíam sem nenhum bebé. A princípio ele não entendeu porquê, mas quando viu os médicos a jogarem os fetos no lixo apercebeu-se do que se estava a passar. Compadecido, pediu autorização para levar os corpos e enterrou-os num pequeno campo que ele comprou com o dinheiro das poupanças, tendo já enterrado cerca de 14 mil bebés ao longo destes anos. Nesse cemitério improvisado já muitas mulheres que abortaram foram rezar pelos seus filhos por lá sepultados enquanto que as que tencionam abortar começaram a procurar Tống Phước Phúc para lhe pedir ajuda. Muitas dessas mães acabaram por voltar para buscar os seus filhos assim que começaram a ter melhores condições de vida. "Quando estava no hospital por causa do parto da minha esposa, uma mulher abortou e disse-me que o aborto era um grande problema do Vietname. Pensei que tinha de fazer algo para evitá-lo", recorda.


Todas as crianças adoptadas por Tống Phước Phúc têm o mesmo apelido que ele, Tống, pois ele considera-os seus próprios filhos e quer ensiná-los a ser boas pessoas. "Continuarei a fazer esse trabalho até o último suspiro da minha vida e encorajo os meus filhos a continuarem a ajudar as outras pessoas desprivilegiadas", acrescenta.
A República Socialista do Vietname (Cộng hòa Xã hội chủ nghĩa Việt Nam), um dos cinco países do mundo de partido único que desgraçadamente é comunista (curiosamente o Partido Comunista Vietnamita foi criado em Macau), é o país asiático com a mais alta taxa de interrupções voluntárias da gravidez, com mais de 1 milhão de abortos realizados por ano. A população vietnamita perfaz um pouco mais de 90 milhões e, apesar de 85% dos vietnamitas professarem o budismo, existem cerca de 6 milhões de católicos devido aos portugueses do século XVI.
O senhor Tống Phước Phúc merece todo o respeito do mundo! Deus o abençoe.

4 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Grande homem! Faço-lhe a vénia!

Adilson disse...

Tá aí um homem que precisa de nossas preces e, para os que residem próximo, de uma boa ajuda financeira. Espero que Deus anime muitas pessoas a contribuir com esse herói, pois é cada vez mais raro o amor fraternal por crianças, uma vez que a moda defendida e financiada é matá-las. Deus proteja-os.

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Um homem que já é santo!

FireHead disse...

Adilson,

Este senhor é apenas um de inúmeros heróis anónimos da vida real que felizmente existem e fazem a sua parte do mundo em prol da humanidade.