terça-feira, 6 de setembro de 2016

Suíça: mais de metade das crianças até aos 6 anos são de origem imigrante


Diz aqui esta notícia do jornal Le Temps que os suíços "de gema" com menos de seis anos já são uma minoria na Suíça. 53,6% dos meninos até aos seis anos são filhos da imigração e Portugal está em destaque por haver muitas crianças portuguesas que chegam à Suíça sem saberem dizer uma única palavra em francês. Graças à crise.
Curiosamente, a Suíça não é um Estado monoétnico, monolinguístico ou monocultural. O nacionalismo suíço, que existe, é felizmente necessariamente integral, pois apesar da característica diversidade helvética existe entre os suíços um forte sentimento de pertença ao país fundado sobre uma história e valores comuns. A heterogeneidade da população nativa suíça remonta aos tempos dos celtas, com povos diferentes que se fixaram no território que hoje é a Suíça. Acontece porém que desde a II Grande Guerra surgiram novas minorias no país, como a espanhola, a portuguesa, a balcânica e a turca.
E por falar nos tugas na Suíça, logo jogamos contra os suíços no futebol! Força, campeões europeus!!

4 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Como diria a dupla Caps/direita: «Há Suíçá já era, cárá!»

Anónimo disse...

De fato ,os suiços sao basicamente uma mistura de celtas e tribos germânicas , e é nessa ascedencia em comum que se basea a identidade dos suiços.

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Mas para essa dupla há alguma coisa que ainda não era?? Só se forem Detroit e os judeus. :)

FireHead disse...

Anónimo,

Pois é, mas parece que há gente que diz que as misturas são más e tal... Tipo, as misturas do passado, que deram origem à Suíça, devem ser as tais boas misturas. É capaz de ser isso.