sexta-feira, 2 de setembro de 2016

O Carnaval de Notting Hill não pode continuar...


... porque é um "campo de batalha", disse o chefe da polícia Ken Marsh. Isto porque este ano seis pessoas foram atacadas com faca e houve 454 detenções.
Too much multiculturalism, I guess... E, a propósito, o que é que o Black Lives Matter tem a dizer sobre isto? Nada?

4 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Esse Ken Marsh é claramente racista. As agressões e os ataques com faca já fazem parte da cultura britânica, pá! Ninguém pode travar o comboio multiculturalista, pá!!!

FireHead disse...

Viste bem a foto? Acho uma excelente ideia recorrer a polícias de origem não-britânica para lidar com os excessos do multiculturalismo no Reino Unido. É mesmo muito bem visto! Assim as vítimas já não poderão alegar racismo por parte dos bófias. :)

Afonso de Portugal disse...

«Assim as vítimas já não poderão alegar racismo por parte dos bófias. »

Tens a certeza? Em tempos li um artigo sobre as relações amorosas dos afro-americanos em que se dizia que tanto as mulheres como os homens negros preferem parceiros de pele mais clara (isto é, mesmo entre os negros, há uma preferência pelos negros com pele mais clara em relação aos negros mais escuros).

O problema do racismo é mesmo esse... há muitos tons de preto! :P

FireHead disse...

E depois não deixa de ser engraçado haver gente com traços afros mas com a pele até mesmo mais branca que a minha dizerem que são negros. Estes gajos são mesmo muito engraçados. :)