quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Muçulmanos agridem sexualmente raparigas em mais um festival de música


Houve pelo menos 40 agressões sexuais contra raparigas no festival de música "Nós Somos Estocolmo", na capital sueca, o dobro do número de casos registados no ano transacto. Os agressores são, todos eles sem excepção, imigrantes muçulmanos. "E mais está por vir. No ano passado houve mais de 20 e agora desde esta manhã já são 40", disse o porta-voz da polícia Mats Eriksson, que acrescentou que as vítimas têm entre os 15 e os 17 anos.
Segundo um relatório da polícia, os agressores são particularmente do Afeganistão e de Marrocos e os visitantes do evento foram quase todos raparigas suecas e homens imigrantes, numa perfeita demonstração da beleza do multiculturalismo. Também o jornalista de Gotemburgo de nome Joakim Lamotter afirma que quase não se viram por lá homens suecos e que "grandes grupos de homens" cercaram as raparigas para as assediar. Além disso, aumentou o número de ameaças e agressões contra o pessoal que trabalha na organização do festival.
Continuai pois a deixar entrar muçulmanos...

Sem comentários: