quinta-feira, 8 de setembro de 2016

'Burqa' sim ou não, afinal?


Diz o Diário Digital que o Estado Islâmico (EI) proibiu as mulheres de usar a burqa - véu integral - em alguns pontos da cidade iraquiana de Mossul como medida de segurança depois de uma mulher com burqa se ter feito explodir e matado pelo menos duas pessoas.
Antes desta contraditória proibição, uma vez que para o islão de verdade é preciso que as mulheres não mostrem as suas fronhas, ou pelo menos parte das carolas, o EI já tinha espancado e executado mulheres por não usarem a burqa.
Em áreas libertadas do controlo jihadista, a retirada da burqa simbolizou a liberdade da mulher. Resta é saber quando é que o mundo é libertado do EI duma vez por todas. Ou melhor, do islão...

2 comentários:

Dr. No disse...

A burqa foi proibida como medida de segurança porque dá para esconder explosivos e bombas - justiça poética!

FireHead disse...

Qualquer dia proíbem a barba comprida aos homens porque também podem vegetar piolhos explosivos...