quinta-feira, 22 de setembro de 2016

As novas regras do Euromilhões e o M1lhão


A partir da próxima semana, mais precisamente a partir de terça-feira dia 27, o Euromilhões vai ficar mais caro. São 2,5 euros por cada aposta simples, haverá mais uma estrela na matriz e o prémio-base sobe de 15 para 17 milhões de euros. Além disso, jogar no Euromilhões implicará jogar também no novo sorteio criado pela Santa Casa de Misericórdia, o M1lhão, conhecido legalmente como Totosorteio e que se estreará no próximo dia 30 com um super jackpot de 130 milhões de euros do Euromilhões, o valor dos super jackpots mínimos garantidos.
O M1lhão é um sorteio de um milhão de euros que será atribuído garantidamente todas as sextas-feiras exclusivamente para apostas do Euromilhões registadas em Portugal. Para cada aposta simples no Euromilhões registada no país será gerado automaticamente um código alfanumérico único e aleatório composto por três letras e cinco números que é atribuído aquando do registo do boletim do Euromilhões. Para ganhar o M1lhão basta que o código seja igual ao código alfanumérico sorteado.

video

Além das alterações do Euromilhões, acordadas no passado dia 8 de Julho entre os oito países participantes no Grupo Euromilhões (Portugal, Espanha, Áustria, Bélgica, França, Irlanda, Luxemburgo, Suíça e Reino Unido), e da introdução do M1lhão em Portugal, haverá também duas vezes por ano um "evento promocional" chamado "Chuva de Milionários" que premiará 25 apostadores do Grupo Euromilhões com um milhão de euros cada.
Enfim, se já era praticamente impossível ganhar o Euromilhões, já anteriormente apelidado de Euroilusões, agora ainda mais impossível ficou. Mas jogar ou não, eis a questão...

4 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Chulos! Chupistas! Ladrões! Vampiros! Sanguessugas! Carraças! Parasitas!

Lura do Grilo disse...

Já não jogava. Agora sim .. é o fim. É uma coisa para ricos: 14 euros por mês dá quase para o pão.

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Era bom que os ladrões da Santa Casa da Misericórdia dessem um tiro nos próprios pés à pala disso. A ganância não conhece limites.

FireHead disse...

Lura do Grilo,

Há gente que já deixou de jogar no Euromilhões após estas novas mudanças.

Começaram primeiro por acrescentar duas estrelas às nove que havia originalmente, depois inventaram em Portugal e em Espanha a treta do imposto de selo de 20% e agora vêem com isto. Para além de terem encarecido as apostas, acrescentaram agora também mais uma estrela que é para as probabilidades de acertar baixar ainda muito mais.

Por causa disso vi-me forçado a reduzir no meu investimento na procura da sorte. Se dantes jogava um boletim inteiro por sorteio (cinco chaves - 10 euros), agora vou ter de me contentar apenas com três chaves por sorteio, o que já dá 7,5€. E se mesmo assim ainda não desisti de jogar no Euromilhões é mesmo por uma questão de descarga de consciência, pois quem não joga não ganha...