terça-feira, 13 de setembro de 2016

As bolas de Berlim nasceram em Portugal?


A historiadora Irene Flunser Pimentel diz, no seu livro "Judeus em Portugal durante a II Guerra Mundial", que uma refugiada de nome Davidson que estava em Portugal durante a II Guerra Mundial começou a fabricar em casa um bolo que ela vendia, o Berliner Pfannkuchen (bolo berlinense de frigideira) ou simplesmente Berliner Ballen (bola de Berlim). Era um frito de massa de farinha doce, redondo como uma bola, polvilhado de açúcar e no interior injectava-se um doce que hoje em dia é conhecido como "creme pasteleiro".

4 comentários:

Ivan Baptista disse...

Adoro isso e pasteis de Nata tombem(também) :P

FireHead disse...

Para engordar não há melhor. :)

Afonso de Portugal disse...

Epá, vocês, se continuam assim vão acabar grávidos como o Lá Lá Cardo! Mais vegetais na vossa dieta, meninos! E mais exercício físico! Vocês até se podiam encontrar de vez em quando e praticar exercício juntos! Ou até fundar o "Dojo da Islamofobia"! :P

FireHead disse...

Epá, não é por nada, mas eu sou muito amigo dos vegetais! Aliás, se eu não comer verduras por dia não me sinto nada bem! :)

Quanto aos exercícios físicos, faço-os regularmente. Todos os dias vou a pé até ao trabalho e vice-versa e só aí já vai 1 hora. E depois trabalho com o pónei para tirar a pança durante uns minutos também. :)

Quanto a islamofobia... isso não existe. Acho que é um estado da mente. :)