terça-feira, 13 de setembro de 2016

A eutanásia que espere


A atleta paralímpica belga Marieke Vervoort, que deseja a eutanásia e até já tem os papéis que lhe permite avançar com o procedimento assinados, conquistou uma medalha de prata no Rio de Janeiro e já veio dizer que agora só se mata depois de cumprir muitos dos sonhos que tem quando der por terminada a sua carreira desportiva. Há quatro anos atrás, em Londres, Marieke, de 37 anos, conquistou uma medalha de ouro e também uma de prata.
Marieke Vervoort sofre de uma incurável doença degenerativa na coluna vertebral que lhe causa muitas dores e a impede de dormir convenientemente. Além de estar paralisada da cintura para baixo, 20% da sua visão está afectada.
"Assinei os papéis em 2008 porque tenho muita dor e não quero viver com dor. Quero viver, mas bem. Após o Rio não vou pedir a eutanásia. Vivo dia a dia. Quando não aguentar mais, pedirei (a injecção letal)", contou a paralímpica à agência EFE. "Vou-me aposentar feliz. Fiz tudo o que podia pela minha saúde. Tomo medicamentos para suportar as dores e tem sido muito difícil".

6 comentários:

wind disse...

Ela lá sabe da vida dela. Nestas coisas não podemos julgar ninguém.

Dr. No disse...

Aqui está um testemunho pessoal de alguém que defende a eutanásia, tem tudo preparado desde 2008 (há 8 anos) mas ainda não se matou porque quer viver.

E depois vêm os "merdas" saudáveis, armados em especialistas a defender a eutanásia, não para si mas para os outros. Se gostam tanto da eutanásia que pratiquem neles próprios!

FireHead disse...

Wind,

Sim, é verdade. Até pode ser que ela nunca venha a recorrer à eutanásia que é para a gente ver que felizmente enquanto há vida, há esperança. :)

FireHead disse...

Dr. No,

Mas isso já é praticado sim, chama-se suicídio.

Há um provérbio que aprendi desde muito pequeno e que me tem guiado na forma como eu encaro a minha vida e a dos outros: "Não faças aos outros o que não queres que os outros te façam a ti".

Os abortistas também gostariam de ter sido abortados? Creio que não, até porque isso é apenas uma falsa questão...

Adilson disse...

Aqui no Brasil, os atletas da paraolimpíada e que estão nos dando orgulho! Os "normais" são uma vergonha. Fazer o quê? São tão bajulados e enriquecidos que esquecem que são atletas!

FireHead disse...

Adilson,

Ei, pelo menos ganharam finalmente o ouro no futebol! :))

Os nossos paralímpicos também fizeram melhor que os "normais". Foram três medalhas de bronze. :)