quinta-feira, 8 de setembro de 2016

A Air China é racista, pá!


Uma revista de bordo da Air China, a Wings of China, sugeriu que os turistas tenham cuidado em Londres nas áreas predominantemente habitadas por indianos, paquistaneses e negros, coisa que - como não podia deixar de ser! - provocou uma grandecíssima revolta, revolta esta que, no entanto, não deve ter incomodado lá muito a malta da terceira maior companhia aérea chinesa...

24 comentários:

Anónimo disse...

Olha se o Leocas ve isto a Air China ta fodida!!! Qual sera o problema do Homem? Parece que toda a gente vira alvo do Gajo sera falta de vida? (desculpas pela ortografia mas o teclado nao tem acentos)

FireHead disse...

Não sei qual será o problema do homem. Acho que o melhor é perguntares-lhe a ele. Isto é, se isso for uma boa ideia, é claro.

E desculpa lá eu não querer aqui fazer publicidade de coisas que não interessam a ninguém.

Anónimo disse...

Esse leocagado é um grandecissimo filho da puta, nada mais. Propaga mentiras que ele recolhe de terceiros sem confirmar a veracidade das informações, acusa sem conseguir justificar o que acusa e foi um anónimo que durante muito tempo gozou e insultou meio mundo para agora ficar todo fodidinho por haver quem faça o mesmo no anonimato.
Eu sei que não perdes o teu tempo a ir ao blog dele e fazes muito bem mas o filho da puta estica-se e como vê que tu não lhes dás troco estica-se ainda mais. Acho que nem a coitada da mulher dele consegue faze-lo esticar assim tanto, caso contrário ele não teria andado a papar rameiras. Só um puro deficiente mental é que insiste na ladainha de acreditar que estar contra um determinado grupo como os muçulmanos é xenofobia porque xenofobia é a discriminação contra etnias e não contra religiões.
Agora parece que também anda metido com o Paulo Reis, que tu recentemente adicionaste no FB. O motivo? O Paulo Reis é como tu, é um gajo não grama do Islão.


Para o anónimo anterior: o problema do leocagado é ele ser um problema. Deve ter falta de vida e é possivelmente sexual.

FireHead disse...

"Cagando e andando". Só é pena esse conselho não ser levado por quem deu origem a alguém de cuja autoria é essa poderosa expressão.

Anónimo disse...

Tens que ter atenção, FireHead. Muitos dos anónimos que aqui comentam são claramente trolls, ou se calhar um só troll mesmo e estares para aqui a aprovar os comentários deles é estar a alimentá-lo. É claro que a parte de dizer que nunca comenta como anónimo é uma mentira cabeluda.

Anónimo disse...

Claro, também é possível que haja brochistas do troll que ajudam-no a fazer o seu serviço e comentam também como anónimos. Vê lá se tens mais atenção.

Anónimo disse...

Penso que está na hora de meterem esse tal Leocagado na linha e acabarem com ele de uma vez por todas. O tipo meteu-se com gente a mais e está na hora de toda a gente se juntar e dar a esse merdas o que o merdas merece.

FireHead disse...

«Tens que ter atenção, FireHead. Muitos dos anónimos que aqui comentam são claramente trolls, ou se calhar um só troll mesmo e estares para aqui a aprovar os comentários deles é estar a alimentá-lo. É claro que a parte de dizer que nunca comenta como anónimo é uma mentira cabeluda.»

Por isso que eu preciso de censurar comentários. Dá perfeitamente para ver quais é que são escritos por trolls.

FireHead disse...

«Claro, também é possível que haja brochistas do troll que ajudam-no a fazer o seu serviço e comentam também como anónimos. Vê lá se tens mais atenção.»

É provável.

FireHead disse...

«Penso que está na hora de meterem esse tal Leocagado na linha e acabarem com ele de uma vez por todas. O tipo meteu-se com gente a mais e está na hora de toda a gente se juntar e dar a esse merdas o que o merdas merece.»

Eu há muito que já deixei de perder o meu tempo em responder-lhe porque não vale a pena. Quanto a vocês que andam com ameaças, porque é que não se identificam? É que nunca se sabe se não anda gente para aí a pensar que sou eu que ando a fazer ameaças. Mas como é que é mesmo? Eu nunca comento como anónimo!

Afonso de Portugal disse...

Ora bem, tanto quanto me lembro, o único que disse neste espaço que não comentava como anónimo sou eu. E não, não comento como anónimo, por muito que o "anónimo" venha falar em mentiras cabeludas. Cabeluda é a cona dele e da real puta que o pariu.

Nem nunca ameacei o Lá Lá Cardo enquanto anónimo, mas não seja por isso, grandessíssimo filha da puta covarde: falas de mim de mim mais uma vez no teu chiqueiro imundo e eu reactivo o TU. Se não sabes aceitar uma vitória, então ficas sem nada!

E depois ainda vou aí a Macau certificar-me que nunca mais comes um bife com os teus próprios dentes. Agora sim, isto é uma ameaça e uma promessa também. E como vês, não preciso de ser anónimo para a fazer, PSDzinho de merda.

FireHead disse...

Epá, ameaçaste-o?? Estás tramado, pois ele de certeza que vem cá procurar "material" para o blogue dele...

E porque é que não reactivas o TU? O Caturo já deixou claro que está-se a cagar para o facto do outro falar e gozar com ele por acreditar que tu e ele são a mesma pessoa...

Afonso de Portugal disse...

Estás tramado, pois ele de certeza que vem cá procurar "material" para o blogue dele...

«Estás tramado, pois ele de certeza que vem cá procurar "material" para o blogue dele...»

Ahahahaha! Ele que venha, que faça um "Print Screen", que sublinhe tudo de vermelho e que se faça de vítima como tanto gosta! E de caminho também pode ir à PJ, que eu não me importo! ;)


«E porque é que não reactivas o TU?»

Porque sempre pensei que o camelo tivesse ao menos o pudor de deixar o Caturo em paz com o TU desactivado. Mas nem assim!!! Repara: a prova acabada de que ele sabe perfeitamente que eu e o Caturo somos duas pesssoas diferentes é que ele nunca atacou os escritos do Gladius, só os escritos do TU. Portanto ele sabe quem é quem nesta história e é por isso que o comportamento dele é absolutamente indescuplável.

Mas não seja por isso... se eu voltar a ver o nome verdadeiro do Caturo no blogue dele, o TU regressa à vida. Quem tudo quer, tudo perde, como diz o nosso povo.

FireHead disse...

Olha, aqui em Macau há um tipo lá no Facebook que lhe tem dado luta no grupo "Portugueses em Macau". É também um "islamofóbico", coisa que incomoda imenso o gajo, como já todos nós nos apercebemos. Além disso, graças a esse tipo que lhe dá luta já consigo arranjar muitas mais notícias sobre o islão para o blogue, para eu continuar a disseminar "mentiras" e também o "ódio" e a "xenofobia", pois para os burros isso de estar contra o islão é xenofobia porque, ya, é isso, para os burros o islão é uma etnia!!

A islamofobia tira aquele homem mesmo do sério. Ele fica completamente grudado e encara a luta contra todos os islamofóbicos como um apostulado; trata-se mesmo de ver todo e qualquer islamofóbico como um inimigo visceral!

Eu se fosse a ti já tinha reactivado o TU.

Já agora, ele já cumpriu a promessa de "desmascarar" o mestre Nobre ou era tudo parlapié? Eu pergunto isso com toda a sinceridade, pois eu não vou lá ao blogue dele...

Afonso de Portugal disse...

Não sei, mas acho que não, eu também evito passar lá o mais possível. Aliás, acho ele nunca mais voltou a falar no JJHN.

Infelizmente, o JJHN também tem falado pouco do Islão nos últimos tempos... e sem "islamofobia", não há diversão, não é mesmo?

Podias indicar-me as tais páginas de Facebook? Ou é preciso ter uma conta de Facebook para as ver? É que eu consigo ver a página do PNR sem ter conta de Facebook, mas a maioria das outras páginas não consigo...

FireHead disse...

Eu penso que é necessário registar, mas não perdes nada em tentar. Não sei se não estando registado dá pelo menos para ver o que é que as pessoas do grupo postam:

https://www.facebook.com/groups/466968860027901/

Afonso de Portugal disse...

Obrigado. Infelizmente, não posso ver.

João José Horta Nobre disse...

«Infelizmente, o JJHN também tem falado pouco do Islão nos últimos tempos... e sem "islamofobia", não há diversão, não é mesmo?»

Não tenho falado muito do Islão, mas tenho falado imenso dos semitas e das suas ideologias, o que inclui obviamente o Islão. Eu não separo o Islão do Judaísmo e do Cristianismo, porque essas religiões são as chamadas religiões abraâmicas, ou seja, são ideologias de origem semita. Este gráfico que coloquei neste artigo ajuda a perceber como essas religiões partilham a mesma origem e estão todas interligadas:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/08/o-meu-problema-com-o-cristianismo_15.html

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Então está mais que na hora de arranjares finalmente uma conta no Facebook. :)

FireHead disse...

João José Horta Nobre,

Eu só acredito que o islão é abraâmico se me provarem que Alá já não era adorado como o deus da lua do panteão politeísta de Meca, além das suas práticas pouco ou nada abraâmicas e bastante pagãs como dar sete voltas à Kabbah que já existia ainda antes do próprio islão nascer.

João José Horta Nobre disse...

«Eu só acredito que o islão é abraâmico se me provarem que Alá já não era adorado como o deus da lua do panteão politeísta de Meca»

O que define uma dada religião como abraâmica não é o facto de a mesma adorar Deus desta ou daquela forma, mas sim, o facto de a origem comum dessa religião ser reconhecida em Abraão ou numa tradição espiritual identificada com o mesmo:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Religi%C3%B5es_abra%C3%A2micas

FireHead disse...

O que define uma dada religião como abraâmica não é o facto de a mesma adorar Deus desta ou daquela forma, mas sim, o facto de a origem comum dessa religião ser reconhecida em Abraão ou numa tradição espiritual identificada com o mesmo:

É nisto que os muçulmanos acreditam e é nisso que o politicamente correcto quer que todos acreditem. Mas não é isto que, por exemplo, os verdadeiros cristãos e mesmo historiadores acreditam. Desde sempre que os verdadeiros cristãos sempre souberam que os muçulmanos são inimigos.

João José Horta Nobre disse...

«É nisto que os muçulmanos acreditam e é nisso que o politicamente correcto quer que todos acreditem»

Os cristãos também acreditam em Abraão, por isso mesmo é que o Cristianismo é uma religião abraâmica.

«Desde sempre que os verdadeiros cristãos sempre souberam que os muçulmanos são inimigos.»

Sim, as religiões abraâmicas excluem-se mutuamente e cada uma apresenta-se como a "verdade universal". O conceito de supremacia religiosa, que no caso do Judaísmo adquire mesmo contornos de supremacia racial, é um factor comum a todas as religiões abraâmicas.

FireHead disse...

«Os cristãos também acreditam em Abraão, por isso mesmo é que o Cristianismo é uma religião abraâmica.»

É de origem abraâmica, até porque Jesus era judeu. Não vejo nenhum problema nisso, pois o Judaísmo era até então a única religião monoteísta e o profeta Isaías profetizou a vinda do Messias que os judeus de hoje ainda esperam. Já o Maomé era coraixita e, como acreditava também em Abraão devido ao que aprendeu com os judeus antes de se virar contra eles, encaixou a sua criação na mesma linhagem eliminando o que conseguiu eliminar do paganismo islâmico. Mas porque não eliminaram os muçulmanos a lua que têm como símbolo?

«Sim, as religiões abraâmicas excluem-se mutuamente e cada uma apresenta-se como a "verdade universal".»

E não só. As crenças pagãs também apresentam-se como tal, mas de forma mais contornada. Se todas as religiões se equivalessem então os ateus e os agnósticos estão certos - para que ter uma religião então? Se um católico não acredita que a Igreja Católica é que é a verdadeira religião, para que então ser católico?

«O conceito de supremacia religiosa, que no caso do Judaísmo adquire mesmo contornos de supremacia racial, é um factor comum a todas as religiões abraâmicas.»

Eu já vi judeus que são de várias raças. Inclusive em Israel a população não é 100% branca. Nas forças armadas israelitas até há pretos e árabes. E sendo assim então também o Cristianismo, como é abraâmico, e o islão, que supostamente é abraâmico, também adquirem contornos de supremacia racial. Então em que parte é que se encaixa a história de que o Cristianismo é contra o nacionalismo? E como é que podia o suposto nacionalista que era o Hitler admirar o Maomé e o islão? Se o Cristianismo é incompatível com o nacionalismo então realmente nunca existiu nada verdadeiramente nacionalista no mundo, nem Salazar, nem Franco, nem Charles de Gaulle, nem mesmo a Polónia actual, nada.