terça-feira, 2 de agosto de 2016

Padre atacado por um «refugiado» que aceitou em casa...


... mas este, Pe. Jos Vanderlee, teve mais sorte que o Pe. Jacques Hamel, pois sobreviveu ao ataque!
O crime foi em Lanaken, na Bélgica, depois do padre de 65 anos ter aberto a porta da sua casa a um «refugiado» que queria tomar um banho, no domingo passado. Depois o alógeno pediu-lhe dinheiro e, como o pedido foi recusado pelo sacerdote, atacou-o com uma faca. O padre defendeu-se, ou seja, não deu a outra face, e conseguiu correr com o alógeno, mas não sem ficar com cortes nas mãos, tendo sido prontamente tratado no Hospital de Gent. O autarca da cidade, Marino Keulen, disse, no entanto, que o sucedido não foi um acto terrorista (pois claro que não, deve ter sido um ataque cristão porque não existem ataques terroristas ligados ao islão)...
Quanto a nós, esperemos que o Pe. Jos Vanderlee não faça o mesmo que os esquerdistas fanáticos que foram atacados pela escumalha e que continuam a defendê-la, dando sentido à expressão masoquista "quanto mais me bates, mais eu gosto de ti"...

9 comentários:

Anónimo disse...

Uh? Não deu a outra face?? Que raio de padre é este, man?? Mas OK, não importa, é mais um motivo para os "nazionalistas anticristãos primários" como tu lhes chamas vibrarem de júbilo e falarem do karma. O outro teu amigo, o pseudo-historiador Nobre, agora diverte-se a falar mal do cristianismo.

FireHead disse...

É porque o Cristianismo não lhes é indiferente. E até parece que não existem pagãos ou agnósticos (coisas que condizem melhor com o esquerdume) que são completamente "inimigos do Ocidente", isto é, pagãos ou agnósticos adeptos do multiculturalismo e dos refugiados. Se eles começassem a escrever postas lá no blogue deles que falem disso, para variar, só para não andarem sempre a bater no mesmo ceguinho, aí é que eu ficaria mesmo admirado...

Afonso de Portugal disse...

Olha, mais um "anónimo" apostado em dividir os nacionalistas!

FireHead disse...

Pois é, já viste como é que é o maravilhoso mundo dos nacionalistas?? Se nem os nacionalistas se entendem, como é que é então possível que o nacionalismo vingue??

Afonso de Portugal disse...

E por falar em perseguição à Igreja Católica:

https://www.youtube.com/watch?v=JslpZt1cZSY

Paris police drag worshippers out of church due for demolition, day after slain priest’s funeral

FireHead disse...

Epá, afinal até parece que em França ainda há resistentes católicos e até jovens, o que me impressiona!

Ah, e gostei também da Marine Le Pen... sempre assertiva.

A questão é saber se ainda é possível reverter a situação... ou então a França condena-se mesmo duma vez por todas.

FireHead disse...

Hmmm... afinal parece que não se tratam de católicos de verdade, mas sim de uma variante seitosa, a "Igreja Católica galiciana".

http://blog.comshalom.org/carmadelio/51201-verdade-sobre-igreja-de-santa-rita-desocupada-forca-pela-policia-na-franca-nao-e-o-que-parece

Ainda bem que eu não falei disto aqui numa posta porque depois de teria de rectificar alguma coisa.

Afonso de Portugal disse...

Acho que fazes mal em desprezar assim os outros cristãos, sobretudo com a papa que a tua igreja tem. Vocês deviam estar unidos em torno da vossa fé.

Mas pronto, tu lá sabes. Em ti, mandas tu!

FireHead disse...

Pois, mas o que para ti são "os outros cristãos", para mim e os que entendem minimamente do Cristianismo eles não são cristãos mas pura e simplesmente adeptos de crenças inventadas e que se aproveitam do Cristianismo que nem sanguessugas.

Quanto ao Papa, para quem entende também minimamente do Cristianismo sabe perfeitamente que ele não personifica o Cristianismo e não está acima da Igreja apesar de a liderar. Nunca faltaram ao longo dos quase 2000 anos de História membros da Igreja, que foram canonizados, e que se opuseram a heresias defendidas por Papas (ou Anti-Papas), lutando mesmo contra eles. Será que os católicos também devem achar que o Papa Bórgia, entre muitos outros Papas de merda, foi bom??

Creio que este artigo é bastante eluciativo em relação à "fidelidade" ao Papa:

https://fratresinunum.com/2015/10/30/a-igreja-pode-depor-um-papa-herege/

Não é por crer na Igreja Católica que estou obrigado a gostar do Papa Francisco. Era o que mais me faltava! A Igreja resiste há quase 2000 anos, mas os Papas, tal como outras pessoas, vão e vêm.