domingo, 14 de agosto de 2016

O Charlie Hebdo voltou a ser ameaçado pelos muçulmanos...


14 comentários:

Adilson disse...

Ora, mas tinha de ser assim. O que se esperava? Que os muçulmanos tivessem misericórdia com os infiéis desse jornal? Acham que os porcos dos muslins vão dizer: "ah, tadinho! Já sofreram demais... Vamos deixar os cartunista em paz"???? Ah ah ah

FireHead disse...

Eu acho que há muita gente que acredita que é assim que as coisas se resolvem. Tipo a melhor a maneira para acabar com o EI não é fazendo a guerra contra o grupo terrorista, pois isso resulta na morte de inocentes (até parece que a acção dos jihadistas já não resulta em mortes de inocentes), mas sim apelar à paz e fazer uso do "flower power", das "hashtags" de solidariedade e da tolerância!

Quanto ao Charlie Hebdo, os tipos da revista abusam da liberdade de expressão e depois esperam o quê? Eu lamento o atentado que houve doutra vez, em que morreu o Charb, mas será que as pessoas conseguem mesmo ser e continuar a ser assim tão burrinhas ao ponto de não se aperceberem que não se deve brincar com fogo??

wind disse...

Resto de bom fim de semana:)

Anónimo disse...

Todas as imagens desenhos cartoons estão no sagrado alcorão gráfico que nenhum muslim pode negar. Muslim só tem e deve agradecer e pedir por mais. no maldito islam os critérios humanos não são válidos, só aquilo que maomé nos revelou e todas as caricaturas estão totalmente de acordo com as revelações maometanas. muslim é que nada percebem do islam ou querem perceber.

Anónimo disse...

Ena, ameaçados por todos os 1000 e tal milhões deles?! Aquilo é que foi de correspondência e de chamadas para o Charlie Hebdo nesse dia. Nem tiveram tempo de embalar fetos antes de os deitar para o lixo nem nada.

Anónimo disse...

#Fimdaislafobomia.

Pronto, essa hashtag já resolveu os problemas da Europa e os islãos serão pacifistas e solidários com as pessoas.

Agora acabou a ironia.

FireHead disse...

Anónimo das 04:36,

Também acho que sim. Até porque o Alá é enganador e disso o próprio Maomé sabia. Afinal de contas, é um demónio porque é um ídolo pagão.

FireHead disse...

Anónimo das 05:46,

E a polícia já foi avisada. Porque é que foram avisar a polícia, já agora? Adianta alguma coisa? :O

FireHead disse...

Anónimo das 06:09,

"#FimdaislaFOBOmia"? XD

Sim, está certo, já acabou o ódio contra os não-muçulmanos. Já até estou a ver os bairros ditos sensíveis e controlados pelos muçulmanos a içarem a bandeira branca. :)

FireHead disse...

Wind,

Obrigado, passou rápido! E agora nova boa semana! :)

Anónimo disse...

Digitei islaFOBOmia de propósito, nem lembrei como digita esse troço.

Anónimo disse...

«Ena, ameaçados por todos os 1000 e tal milhões deles?! Aquilo é que foi de correspondência e de chamadas para o Charlie Hebdo nesse dia. Nem tiveram tempo de embalar fetos antes de os deitar para o lixo nem nada.»

Heh, foram todos os muçulmanos do mundo a contar também com os imaginários. Entre eles também devem estar incluidos os siks, já que a religião sikh é uma mistura do hindu com islão, portanto são meio-muçulmanos e de certeza absoluta que também participaram na ameaça.
Sei de fonte segura que lá do Paquistão também ligaram para a redacção do Charlie Hebdo. Até porque lá no Paquistão também há revistas do Charlie Hebdo juntamente com as revistas da Playboy.
By the way, troll detected.

FireHead disse...

Anónimo das 14:26,

O troço é islamofobia. Fobia vem do grego φόβος que significa medo. Ou seja, um islamofóbico é uma pessoa que tem medo do islão. E, como tal, um islamofóbico não fala mal do islão porque só a palavra islão já o faz tremer as pernas e borrar-se todo de medo. Um islamofóbico também foge dos muçulmanos porque tem medo deles.

FireHead disse...

Anónimo das 15:03,

Sabes de fonte segura?? Hmmmm deixa-me imaginar: Infowars? Rebel Media? Gatestone Institute???