sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Notas soltas

Informa a Direcção dos Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC) que a população de Macau ultrapassou no final de Junho as 650 mil pessoas, tendo agora Macau uma população estimada em 652.500 pessoas no final do primeiro semestre deste ano, ou seja, mais de 9600 pessoas (1,49%) em relação ao ano transacto.

Macau é a cidade que bate o recorde mundial de densidade populacional
Um jovem turista espanhol foi "analmente violado" na noite lisboeta e um outro foi assaltado. Os dois, de 17 e 18 anos e naturais de Valência, tinham viajado à boleia do Algarve até Lisboa, conheceram um brasileiro na zona dos Olivais e foram com ele até casa onde se enfrascaram durante o resto da noite de sábado passado. O que foi "violado" acordou na cama ao lado do brasileiro, que confrontado com o roubo do dinheiro que o outro espanhol tinha na carteira, expulsou-os de casa. Às autoridades o "violado" disse que "sentiu um desconforto na zona anal e quando meteu a mão no local sentiu um líquido espesso aparentando ser vaselina"...

A Polícia Judiciária já identificou e procura o brasileiro gay
O gay australiano Samuel Leighton-Dore, de 25 anos, quer ter um filho com o seu "namorado", Bradley Tennant, mas como é impossível que um homem dê à luz decidiu recorrer à sua irmã, Bronte, para alinhar na ideia eugénica da fertilização in vitro (FIV). "Não é assim tão estranho se pensarmos bem. Vamos usar fertilização in vitro. Vão ser os óvulos da minha irmã, o esperma do meu parceiro e uma barriga de aluguer, preferencialmente alguém que já tenha família", explicou o gay ao Daily Mirror. "Ela (Bronte) está muito contente. Sempre fomos muito unidos e para ela significa muito poder ajudar-me a começar uma família no futuro. A Bronte não vai ser conhecida como a mãe da criança, mas sim como a tia especial ou a fada-madrinha. (A FIV) É a única maneira de eu e o meu parceiro conseguirmos ter uma ligação biológica ao nosso filho. Para alguns pode parecer uma vaidade, mas eu acho que o desejo de ter um filho com a pessoa que amamos é intrínseco e natural. Há muita gente que não lê a nossa história completa. Já recebi algumas mensagens menos boas e muito ódio no Instagram, mas também há quem seja positivo e nos apoie", acrescentou, ele que tem sido muito criticado pela decisão tomada, e que ainda está "a alguns anos de distância de se concretizar", apesar de se considerar "incrivelmente sortudo por viver numa época em que há tantas formas de ter uma família unida"...

O melhor é começarmos a ter já pena da criança que ainda nem sequer existe...
Na Pensilvânia, EUA, uma família de cinco pessoas morreu em casa, em Sinking Spring. Os corpos de Megan, de 33 anos, do seu marido, Mart, de 40, e dos três filhos pequenos, Liannam, Mark Jr. e Willow, foram encontrados pela polícia um dia depois de Megan ter pedido ajuda nas redes sociais por causa da violência doméstica praticada por Mart. Ao lado do cadáver de um dos progenitores estava uma arma usada para abater todos os elementos da família, inclusive o cão, além de um carta escrita à mão confessando o crime e posterior suicídio. Segundo o jornal Reading Eagle, uma vizinha contou que as desavenças do casal já duravam há mais de um mês e que Megan queria divorciar-se.

A polícia não revelou, no entanto, quem foi o autor do crime
Em Pittsburgh, também nos EUA, a jovem Jeni Stepien subiu ao altar levada pelo homem a quem foi transplantado o coração do seu pai, Michael Stepien, assassinado há 10 anos atrás. Arthur Thomas, que viajou de Nova Jérsia até Pittsburgh para o casamento, esperou durante 16 anos por um coração e estava mesmo perto de morrer até receber o coração de Michael. A sua presença fez com que Jeni, que tinha o sonho de ser levada ao altar pelo pai, sentisse que com Arthur o pai dela esteve ao seu lado.

Arthur sentiu-se honrado por ter sido convidado para o casamento
A actriz espanhola Elena Anaya, de 41 anos, teceu críticas duras a Cristiano Ronaldo durante uma entrevista ao El Mundo. Elena afirmou que "vivemos numa altura em que se exaltam figuras nocivas como o Cristiano Ronaldo", um "ídolo falso" que "transmite valores egoístas". "Que vitória é essa se celebras sozinho, tirando a camisola em vez de abraçar os teus companheiros? São valores individualistas e materialistas que danificam a sociedade", indagou a actriz.

Como era de esperar, há reacções a favor e contra as declarações da actriz
A filha abortista do professor Adriano Moreira, ela própria um aborto, a deputada socialista Isabel Moreira, ficou extremamente lixada com a ideia de a Imprensa Nacional - Casa da Moeda querer lançar uma moeda de 2 euros com o rosto do Papa, que por acaso além de líder religioso é também um chefe de Estado tal como a rainha de Inglaterra que também é a líder da seita anglicana, por entender que isso é um "desrespeito pela laicidade do Estado", como se o facto de Portugal ter uma maioria populacional assumidamente cristã, bem como ter uma matriz civilizacional baseada no Cristianismo, ser apenas um mero pormenor que não interessa a ninguém. Será que em nome dessa tal laicidade essa decrépita mental já se insurgiu contra a construção de uma nova mesquita em Lisboa, isso sim bem mais grave??

A Isabel Moreira continua a provar-nos que come merda à colherada
A invasão de "refugiados" muçulmanos na Alemanha levou a que uma família alemã procurasse "refúgio" na Rússia: Andre Griesbach pegou na sua família e conduziu a sua carrinha até Moscovo para fugir da "ditadura alemã" da chanceler Angela Merkel e da "corrupção moral" da Alemanha. "Não sentimos que a Alemanha é um lugar seguro para nós, ou para criar as nossas crianças. Quando nós deixámos a Alemanha em 2015 não tivemos tempo para organizar nada. Apenas tirámos o visto de turista para podermos entrar no país. Não houve tempo para tirar um visto de trabalho. Queremos ficar aqui e trabalhar. Tenho muita gente que já me ofereceu trabalho, como trabalhador agrícola ou construtor civil. Eu construí a minha própria casa na Alemanha. Eu posso também trabalhar como tradutor ou professor de alemão". Tudo menos voltar para a Alemanha, diz Andre: "Eles estão a convidar todos os imigrantes muçulmanos para eles provocarem problemas no país e começarem uma guerra que o governo quer. Nenhum outro país quer tantos estrangeiros como a Alemanha quer".

A auto-destruição da Alemanha está a provocar refugiados alemães
Na Suécia, o imigrante somali que matou à facada uma jovem assistente social de nome Alexandra Mezher, que era uma sueca de 22 anos e de ascendência libanesa e cristã, escapou à prisão e vai apenas para uma instituição psiquiátrica! Sim, é isso, é mais um "maluquinho"!!

O pior é que o tribunal considerou que o alógeno estava consciente na altura do crime...
Na província chinesa de Sichuan, uma monja do budismo tibetano, que é uma variante da subseita budista mahāyāna, a maior variante da própria seita budista, enforcou-se depois do governo chinês ter decidido demolir um grande templo no Tibete onde ela estudou. A monja, Rigzin Dolma, matou-se durante um protesto no dia 20 de Julho contra aquilo que as autoridades chinesas dizem ser uma série de "obrigações de correcção e rectificação".

As terras chinesas onde existem minorias identitárias sofrem com a chinesificação
Donald Trump diz a verdade nua e crua: foi o Barack Hussein Obama que criou o Estado Islâmico! Criticando a resposta do mulato falhado ao terrorismo internacional, Trump acrescentou que a Hillary Clinton é a co-fundadora do grupo terrorista e ainda acusou a sua rival democrata de querer os americanos indefesos, daí o apoio do lóbi das armas, a NRA, ao candidato republicano.

Força, Trump, que a encornada da Hillary não pode ganhar as eleições em Novembro!

6 comentários:

Adilson disse...

Caramba! É muita coisa. Ficou com duas: (1) As palavras do alemão Andre: "Eles estão a convidar todos os imigrantes muçulmanos para eles provocarem problemas no país e começarem uma guerra que o governo quer. Nenhum outro país quer tantos estrangeiros como a Alemanha quer"! Tá aí! Ninguém me tira da cabeça que Merkel é uma inimiga da Alemanha. Putz! Ela sempre foi comunista e continuará a realizar os planos macabros da escola de Frankfurt, que era o de destruir todo tipo de nacionalismo e ocidentalismo. (2) Trump deve continuar assim: chutando o rabo dos dois inimigos dos EUA, só assim ele vencerá as eleições. Com os democratas, o bom mocismo não é viável!

Afonso de Portugal disse...

Portugal é um país tão multicultural que até já temos turistas espanhóis a serem violados por brasucagueiros! Que vibrante, pá!!! :)))))

Douglas Sulzbach disse...

O caso da "barriga de aluguel" sempre me deixa de calafrios, querendo ou não a criança vai querer saber quem é a mãe dela e vai querer conviver com ela, sei lá, fica muito estranho uma mulher gerar uma criança e depois entregá-la a um casal?? de homens, lógico que é melhor uma criança sendo criada por um par de homens ou mulheres do que nas ruas passando fome, ou entrando para o crime, mas mesmo assim, a criança não terá "dois" pais, terá um pai e uma mãe, no caso do casal um deles será o pai e o outro será padrasto, sei lá fica sinistro.

FireHead disse...

Adilson,

É claro que a Angela Merkel não é amiga do seu próprio país. É uma agente!! :) Como os alemães têm uma taxa de natalidade em queda, há que substituí-los por hordas de terceiro-mundistas altamente "produtivos" porque é necessário mão-de-obra e também alguém que pague depois para que haja Segurança Social, enfim, as desculpas economicistas do costume. A verdade diz, porém, que muitos desses terceiro-mundistas, longe de constituírem a solução para o futuro, já são um problema para o presente, pois sobrecarregam ainda mais a Segurança Social e ainda enriquecem a Alemanha (e outros países) com o islão e a criminalidade.

O que o Trump disse não é nenhuma mentira. Foi com o Obama que foi deixado lá no Médio Oriente armamento considerável que ele achou por bem não levar de volta para os EUA (por ser demasiado caro o transporte?), o que acabou por cair nas mãos dos ditos rebeldes... ou melhor, jihadistas. Supostamente combatiam Bashar al-Assad e outros ditadores que seguravam as pontas nos seus países - coisa que desagrada ao Obama, que quer democracia em todo o lugar mesmo não sabendo que ela não é aplicável a todos os povos - e vê-se o que é que está agora a acontecer, com direito a (muitos) atentados islâmicos na Europa.

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Tudo aquilo que a esquerdaria gosta: estrangeiros, homossexualidade e "sexo" como forma de expressão de liberdade (sem compromissos). A parte da queixa à polícia é que já é algo que foi longe de mais, um erro de casting. Mas se calhar os espanhóis queriam era comer o rabo do brasuca de borla e acabaram por se dar mal. XD

FireHead disse...

Douglas Sulzbach,

Pois, estas questões já pertencem a uma fase posterior porque para os casais inférteis ou para os homossexuais o que importa mesmo é concretizar a fase de terem filhos. Como é que estes depois vão sofrer na vida, seja na escola, no trabalho ou noutros meios em que se inserem, isso já é outra história. Bom, os gays sempre podem falar da homofobia, intolerância, etc., já os casais inférteis têm a vida um pouco mais facilitada. A porcaria sobra mais e sempre para as crianças. Elas que se danem, pois elas servem apenas para concretizar caprichos de adultos sem juízo nem valores.