sábado, 27 de agosto de 2016

Itália manda migrantes de volta


Parece que a Itália já atingiu o limite: o governo de Roma está a trabalhar em conjunto com o governo do Sudão, um grande país muçulmano de África, no sentido de expatriar os migrantes sudaneses. 48 deles já foram expatriotados em voos charters da companhia aérea egípcia, EgyptAir.
A decisão foi, como não podia deixar de ser, muito contestada pelos grupos activistas dos Direitos Humanos como, claro, a hipócrita Amnistia Internacional. Também a Cáritas, na pessoa da advogada Alessandra Ballerini, ficou desagradada com a situação, afirmando que se trata de uma deportação em massa para um país onde os direitos fundamentais são violados e a vida das pessoas está em perigo.
Estou a ver que o Sudão também está a precisar de um 25 de Abril que é para haver direitos fundamentais por lá. Porque é que os sudaneses não se juntam e fazem uma revolução lutando pelos seus direitos no lugar de fugirem para a Europa, para o pé dos brancos que foram colonizadores e que foram escorraçados de África? Não haverá países africanos que aceitam pedidos de asilo? Ou mesmo países muçulmanos ricos, como os do Golfo Pérsico, dispostos a ajudar os seus "irmãos na fé"? Hmmm, não, que ideia, assim como é que se promoveria o multiculturalismo? Como é que se procederia à islamização? Como é que haveria tetas do Estado Social para chupar?

13 comentários:

Anónimo disse...

Ahahahahahahahah "islamização" :D Vais continuar com palas até ao fim da vida mesmo seu amantes de koshers. Imigração Africana em massa não vai provocar islamização, pelo menos numa primeira fase, o que provoca é EXTINÇÃO da raça branca na Europa.

Afonso de Portugal disse...

Ah, agora já percebo porque é que o padre da posta anterior estava a chorar!

Adilson disse...

"48 deles já foram expatriotados"! Espero que esse número aumente mais ainda. Tenho uma dúvida: é possível que haja cristão nesse grupo ou apenas muslins?

FireHead disse...

Anónimo,

Claro, não há nenhuma islamização! Não houve sequer nada que tenha a ver com os burkinis recentemente. É tudo fruto da minha(nossa) imaginação, só pode ser. E antes disso nunca se ouviu falar do abate 'halal', do aumento do número de muçulmanos na Europa ou no aumento do número de mesquitas. Nunca se ouviu falar de europeus convertidos ao islão, de pessoas nascidas na Europa que se juntam ao EI, nada, é tudo um enormíssimo mito. Quem foi o sacana que inventou a palavra islamização? Devia ser fuzilado sem dó nem piedade!

Extinção da raça branca? Então porquê, os brancos vão deixar de se reproduzir? Os homens brancos vão todos deixar de arranjar mulheres brancas e as mulheres brancas vão todas deixar de arranjar homens brancos? Ui, então sim, a extinção é certa! Arranja já depressa uma branca - mas branca a sério, não uma gaja que é apenas branca "de vista" ou, como é que se diz?, fenotipicamente - e começa já a fazer filhos à barda com ela. Vá, faz filhos por todos os brancos e brancas que não querem casar nem ter filhos. Faz lá filhos por todos os brancos e brancas traidores da sua própria raça que preferem gente doutras raças, como as asiáticas, estatisticamente bem mais fiéis e mais tradicionais. Ya, é mesmo isso, luta com todas as tuas forças contra a extinção da raça branca!! E depressa que se faz tarde! Já devia ter sido para ontem porque hoje já é muito tarde!

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Como é que tu sabes que esse padre é pró-imigração em massa?

FireHead disse...

Adilson,

Sendo sudaneses, muito dificilmente serão cristãos. A não ser que sejam do Sudão do Sul, mas este é um outro país.

Afonso de Portugal disse...

«Como é que tu sabes que esse padre é pró-imigração em massa?»

Com certeza absoluta não sei, evidentemente. Mas tendo em conta que uns bons 99% dos padres do Ocidente são reles traidores imigracionistas, as probabilidades jogam fortemente contra a benevolência do choramingas. Allahu akbar!

Anónimo disse...

Quem mandar embora que nada ,eles vao é para alemanha.merkel ja os convidou.

http://www.blancheurope.com/2016/08/28/merkel-accepte-de-prendre-allemagne-milliers-non-blancs-envahissent-litalie/

Anónimo disse...


"Claro, não há nenhuma islamização! Não houve sequer nada que tenha a ver com os burkinis recentemente."

Mas essa gente nao é Ocidental ,logo nao os ocidente(tais) nao esta(ão) sendo islamizado. tanto faz oque eles usam ou deixar de usar .

FireHead disse...

«Quem mandar embora que nada ,eles vao é para alemanha.merkel ja os convidou.

http://www.blancheurope.com/2016/08/28/merkel-accepte-de-prendre-allemagne-milliers-non-blancs-envahissent-litalie/»

Isso já todos nós sabemos.

«"Claro, não há nenhuma islamização! Não houve sequer nada que tenha a ver com os burkinis recentemente."

Mas essa gente nao é Ocidental ,logo nao os ocidente(tais) nao esta(ão) sendo islamizado. tanto faz oque eles usam ou deixar de usar .»

Pois, e o mais cómico é que para ti esses não-ocidentais podem perfeitamente estar no Ocidente porque eles são os teus queriduchos muçulmanos. Fossem eles judeus e haveria problema porque eles são sionistas e controlam o mundo. E se fossem pretos também haveria problema porque eles contribuem para a susbtituição populacional ocidental nativa.

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

99%? Temo que esse número seja uma hipérbole...

Afonso de Portugal disse...

Pronto, pronto, não é 99%, há-de ser 98%...

FireHead disse...

Hmmm... continuas a exagerar. Talvez 97%, para aí... :)