quinta-feira, 18 de agosto de 2016

EI queima 19 meninas...


... porque estas se recusaram a ser escravas sexuais dos jihadistas. De acordo com a Agência de Notícias, isso já foi no passado dia 3 de Junho e as meninas pertenciam à minoria étnica e pagã yazidi. Elas foram queimadas vivas dentro de uma gaiola de ferro em praça pública, na cidade iraquiana de Mosul, e segundo estimativas já 3000 meninas yazidis tornaram-se escravas sexuais do Estado Islâmico. A Human Rights Watch classificou o assassinato em massa dos yazidis de genocídio mas, tal como o genocídio dos cristãos no Médio Oriente às mãos dos muçulmanos, isso não interessa a ninguém no Ocidente poluído pelo idiotismo útil e pelo politicamente correcto...

14 comentários:

Adilson disse...

Ficarei sem comentar tal postagem... a vontade de xingar os porcos de alá é grande. Vou me conter. E o Vaticano continuará calado, graças à fé do papa Francisco no islã da paz.

FireHead disse...

Ó meu amigo, não podes ser radical nem extremista! Ainda não sabes que os tais jihadistas do Estado Islâmico não representam verdadeiramente o islão porque o islão é da paz? Não é isso que dizem todos os ditos muçulmanos moderados? O Estado Islâmico até pode ter o nome "Islâmico", os seus membros até podem praticar aquilo que o Alcorão claramente lhes pede, como os próprios seguidores do Maomé já faziam no século VII (e o próprio Maomé também era um jihadista, já agora, e o seu exemplo deve ser seguido por todos os muçulmanos porque ele foi o único "homem perfeito"), mas, que coisa, nada do que eles fazem é verdadeiramente islâmico! Como diz o sheik David Munir, o líder da comunidade islâmica de Lisboa, os próprios muçulmanos são os que mais sofrem sempre que há atentados terroristas (islâmicos) no Ocidente devido à "intolerância" entre os ocidentais que eles geram!! Quem é que quer saber dos cristãos e dos yazidis que são perseguidos e mortos, pá?? Eles não contam para nada! A dignidade dos muçulmanos é que não pode ser beliscada por nada deste mundo!

Portuguesinha disse...

Fiquei a pensar: "não devias ter-me mostrado isto".
Porque vou ter de conduzir esta imagem para o subconsciente e mantê-la lá escondida... Há tanto anjinho que desta terra se vai com tanta violência!! É especialmente cruel pegar na essência da inocência e fazer isso que foi feito. Se és católico praticante e sabes rezar, reza lá uma oração a estas moças. Agora tenho de me esforçar para meter este acto diabólico lá no sub...

E mais palavras não tenho.

wind disse...

FDP!

Afonso de Portugal disse...

«Como diz o sheik David Munir»

Por falar nesse camelo, não sei se já tinhas visto:

http://oovodaserpente1.blogspot.pt/2016/08/jornalistas-de-cocoras.html

CÉU disse...

Arrepiante, mas quem com ferros mata, com ferros tem de morrer, é a minha opinião.
Eles vão matando, torturando, queimando, mas um dia, isto vai dar uma volta e depois, não ficará pedra sobre pedra.

Embora "não" exista nem o inferno, nem o diabo, assim diz, o Chico, o Papa, estes atos são próprios de pessoas guiadas por demónios e Maomé entranhou-se em todos os muçulmanos, sobretudo nos homens, sim, pke a mulher não conta, e pronto, lá vai disto.

Segundo a bíblia, isto é apenas o princípio das dores. Por isso, eu não quero pensar na fase da continuação.

FireHead disse...

Portuguesinha,

Não sou "católico praticante" (essa designação é uma contradição em termos) mas sei rezar. E rezar não é só por elas, mas sim por todos os que morrem da mesma maneira ou doutras maneiras vítimas de perseguições.

FireHead disse...

Wind,

Quem é que mandou alguém ter armado estes jihadistas? Quem é que mandou alguém ter criado e rejubilado com a dita Primavera Árabe para mandar abaixo regimes autoritários que pelo menos eram seculares, seguravam as pontas lá nas suas terras e protegiam as minorias? Quem é que mandou alguém ter desestabilizado o Médio Oriente?

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Este blogue é altamente. Tomei conhecimento dele lá no blogue Amigo de Israel. Mas, claro, como é um blogue islamofóbico então é porque não tem credibilidade nenhuma! Ainda que fosse o esquerda.net!

Quanto ao caso do David Munir... ficou arquivado, é lógico. Não podia ser de outra maneira, pois não? A imagem da tolerante e simpática comunidade muçulmana de Portugal não pode ser minimamente afectada.

FireHead disse...

CÉU,

O próprio Alcorão afirma que Alá é enganador desde o princípio confirmando o que diz a Bíblia sobre o demónio. Alá é uma "divindade pagã" adorada na antiga Meca pré-islâmica entre 360 ídolos. O Maomé simplesmente aproveitou-se dele para a sua nova criação - baseado nos seus ataques de esquizofrenia que o levavam a ver o arcanjo Gabriel numa gruta e que chegou inclusivamente a estrangulá-lo enquanto lhe pedia para que ele, supostamente um analfabeto, recitasse algo - e não teve problemas nenhuns em eliminar os resquícios do paganismo islâmico quando, confrontado com os politeístas da região, primeiro disse que era permitido a intercessão das deuses Al-Uza, Al-Lat e Al-Manat para salvar o coiro e depois, mais tarde, dar o dito por não dito aparentemente porque afinal de contas criou uma seita monoteísta que ele próprio encaixou no ramo abraâmico após contactos com judeus, que primeiro o aceitaram e depois viraram-se contra ele quando vieram que ele era uma farsa, e os cristãos. E já diz também muito bem os Salmos que todos os deuses dos pagãos são demónios. Logo, são os demónios, ou pelo menos um demónio, o Alá, que guia os muçulmanos. Os resultados estão à vista de todos.

Douglas Sulzbach disse...

O que o Papa teria a dizer sobre essa cena?
O que a Merkel e outras autoridades de esquerda tem a dizer?
certamente NADA, que é um caso isolado de pessoas com problemas psicológicas.
Até isso começar a acontecer na terra deles (e pelos últimos atentados, coisas monstruosas assim não estão muito longe de começar a acontecer).

Portuguesinha disse...

Está implícito que não é só por elas. Eu não sei rezas mas tenho pensamentos de solidariedade. E mesmo que eles se particularizem no fundo estamos sempre a desejar bem-estar geral.

FireHead disse...

Douglas Sulzbach,

O Papa diria logo que o verdadeiro islão não é assim e que os jihadistas do EI não são islâmicos.

A Merkel e outras autoridades condenariam a atrocidade mas também nada fariam para evitar que isso voltasse a acontecer.

Repara, a França também só começou ou intensificou o combate militar ao Estado Islâmico depois de ter sofrido com os atentados "em casa". Antes disso creio que só a Rússia, aliada do al-Assad, é que mostrou militarmente que o único caminho de acabar com o EI é destruí-lo.

FireHead disse...

Portuguesinha,

Então reza também por toda essa gente que bem precisa. Infelizmente há muitas pessoas que não têm quem reze por elas.