terça-feira, 2 de agosto de 2016

EI goza com o Papa por dizer que o islão é de paz!


O Estado Islâmico (EI) não perdeu tempo em responder ao Papa Francisco e também a todos os idiotas que acreditam que o islão é a "religião da paz" só porque há gente que diz crer no credo do pseudo-profeta pedófilo, escravizador e exterminador em massa (Maomé) e que diz que sim, o islão é mesmo a "religião da paz"!
Na nova edição da revista do EI, a número 31, a organização terrorista goza especialmente com os cristãos -  o título da edição é Break the Cross (Quebrar a Cruz) - e na secção In The Words of Our Enemies (Nas Palavras dos Nossos Inimigos) critica também a política americana, falando do caso de um soldado americano e muçulmano que foi morto no Iraque, considerado um apóstata pelo EI.
O Papa Francisco defende que o islão não pode ser identificado com a violência porque todos praticam a violência e também porque há cristãos que matam. Trata-se de um argumentação infantil do Sumo Pontífice, pois parece desconhecer que o islão de facto prega a jihad e a submissão dos "infiéis" ou então a sua morte. O EI é mesmo 100% islâmico porque põe em prática aquilo que o Alcorão exige e isto já ficou mais que provado. Só não vê quem não quer e o pior cego é aquele que não quer ver.

4 comentários:

Anónimo disse...

http://gladio.blogspot.com/2016/08/supremo-vigario-do-judeu-morto-vai.html

FireHead disse...

Pois... incontestável líder e tal... Quem disse?? Ah, é porque os católicos que não gostam deste Papa não são verdadeiramente católicos. A piada do costume de quem não percebe senão do paganismo, ou algo assim do género.

Sim, o Cristianismo é incompatível com o nacionalismo... com "intuito racial". Ainda bem! Porque senão seria um nacionalismo estilo hitleriano ou mesmo comunista. E coisas de esquerda, não, obrigado.

A Cristandade está a morrer... na Europa. Facto. Daí agora a Europa estar a merda que está, com abortos, eutanásias, paneleirices, FIVs. Mas, claro, não coloco de parte a hipótese de alguém estar a gostar da Europa assim. O curioso é depois ter tempo também para falar das elites que impingem alógenos e essas coisas todas. Deve ser porque as elites afinal mantêm-se cristãs... apesar de, como é que é mesmo?, a Cristandade estar a morrer... na Europa. Ok.

Mas espera lá... com que então a catolicíssima Polónia (ui, esse pormenorzinho não interessa a ninguém! O importante aí é referir a meia dúzia de gatos pingados polacos pagãos, esses sim, verdadeiros polacos!) não gosta muito deste Papa? Tem piada, eu também! Serei um polaco, afinal? Ou talvez um pagão? Voltemos ao primeiro parágrafo...

E sim, agora depois do Papa ter feito o apelo para que a nacionalista Polónia receba refugiados a Polónia vai mesmo começar a receber refugiados à barda... é isto que ele deu a entender? Se não, parece!

Ah pois, 2000 anos... como é possível a Europa não ter acabado há 2000 anos atrás??? Que mistério!! Com os pagãos é que era, pá... A sério, com os pagãos é que era! A Europa hoje não teria pretos, ciganos ou mestiços! Era só gente branca! E se houver gente assim com uma pele mais ou menos escurinha é porque muito possivelmente se trata de egípcios adoradores de Ísis, Osíris ou Apis...

Afonso de Portugal disse...

Fire, não pretendo de forma alguma dar-te conselhos, mas este "anónimo" parece apostado em criar uma guerra FireHead vs. Pagãos. Não sei se valerá a pena perderes tempo a responder-lhe...

FireHead disse...

Tenho de comentar a censurar (ainda) mais comentários...