quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Diabos da Tasmânia evoluem para resistir a cancro que os ameaça de extinção


Um estudo debruçado sobre a genética dos diabos da Tasmânia sugere que estão a transformar-se em pouco tempo para resistir ao cancro facial 

Os diabos da Tasmânia podem estar a evoluir para resistir aos tumores faciais, doença mortal que os colocou em perigo de extinção, segundo um estudo publicado esta terça-feira na revista Nature Communications
As conclusões do estudo sugerem que o mamífero marsupial carnívoro mais antigo do mundo está a transformar-se num curto lapso de tempo, entre quatro e seis gerações, para resistir a esse tipo de cancro. 
Realizado pelo cientista Andrew Storfer e pela sua equipa de investigação da Universidade Estatal de Washington, o estudo debruçou-se sobre a genética dos diabos da Tasmânia (Sarcophilus Harrisii) de diversas zonas, tanto antes como depois do aparecimento da doença. 
O tumor que afecta estes animais da ilha australiana da Tasmânia, que frequentemente é contraído através de ferimentos sofridos em lutas com outros exemplares da sua espécie, dado o seu elevado grau de agressividade, aparece na boca e aumenta de tamanho até causar deformações que os impedem de comer para sobreviver. 
A população deste marsupial caiu em mais de 80% nas últimas duas décadas devido à doença e encontra-se na lista nacional da Austrália de animais em perigo de extinção e também na lista vermelha das Nações Unidas, por se considerar que num prazo de entre 25 e 35 anos poderá desaparecer.


Fonte: DN

4 comentários:

Afonso de Portugal disse...

Que postal tão triste! A evolução é um mito perpetuado pelos fundamentalistas ateus, pá! :P

FireHead disse...

Sabes, eu acredito na evolução. Acreditar na evolução invalida por acaso a crença na criação? Então para algo evoluir não é preciso ter primeiro surgido?

Afonso de Portugal disse...

O quê? Então tu não acreditas que a terra só tem 6 mil anos? Oh pá, eu pensava que eras um cristão fanático! Pelo menos foi o que li num certo blogue com a palavra "oriente"...

FireHead disse...

Sabes, existem pessoas que pensam que sabem mais de mim do que eu próprio. :)