segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Carnaval de Gastronomia do Sudeste da Ásia


Decorreu no fim-de-semana mais uma edição do Carnaval de Gastronomia do Sudeste da Ásia na Rotunda de Carlos da Maia (嘉路米耶圓形地), mais conhecido por Três Candeeiros (三盞燈), aqui em Macau.


O certame deste ano contou com menos tendas e também menos afluência do público do que em anos anteriores. Será alguma consequência da austeridade devido à queda dos lucros provenientes do sector do jogo?


Não, não é nenhuma miragem. Na foto de cima podemos ver mesmo pastéis de bacalhau (ou rolinhos de bacalhau como dizem os nortenhos) numa tenda que supostamente vendia comida da Indonésia!


Como sou um apaixonado pela comida filipina, que para mim já atingiu o estatuto de melhor comida do sudeste asiático, acabei por morfar um esparguete à filipina, espetadas de frango e também uma massa de arroz com ovos cozidos e camarão (pancit palabok).


Segundo me apercebi, só havia tascas de comida filipina, vietnamita, birmanesa e indonésia, reflectindo as grandes comunidades estrangeiras de Macau, embora grande parte dos birmaneses seja de origem chinesa. Os filipinos são a segunda maior comunidade de Macau e os vietnamitas vêm logo a seguir na lista.


Além de comes e bebes também houve a actuação de grupos de música e dança no meio da Rotunda de Carlos da Maia com muito colorido e alegria, reflexos da multiculturalidade positiva que sempre caracterizou este pequeno território que já foi português. 

4 comentários:

wind disse...

Lá vais tu comendo coisas boas:)

FireHead disse...

Como é que tu sabes que são coisas boas? Alguma vez comeste comida dos países do sudeste asiático? :P

wind disse...

Não, comi de Macau uma vez na Expo e como a chinesa aqui nos restaurantes:)

FireHead disse...

A maior parte dos restaurantes chineses servem uma comida falsificada. Os próprios chineses admitem que a comida que eles servem é adaptada ao paladar ocidental. Se tiveres a oportunidade conhecer Macau ou sobretudo Cantão, que é onde se come melhor em toda a China, verás que a comida não tem nada a ver. É por isso que muita gente que é ou viveu em Macau não costuma ir aos restaurante chineses daí, a não ser que sejam os melhores e que têm comida de Cantão, como o restaurante do Casino Estoril, o Iam Chá (Oeiras) ou o Dim Sum (Cacém).