domingo, 21 de agosto de 2016

Bolt na galeria dos imortais olímpicos


O Flash da vida real, Usain Bolt, despediu-se dos Jogos Olímpicos com três medalhas de ouro conquistados no Brasil, perfazendo um total de nove medalhas de ouro e igualando os atletas americano Carl Lewis e finlandês Paavo Nurmi, o nadador americano Mark Spitz e a ginasta soviética Larissa Latynina. Apenas o nadador americano Michael Phelps é inalcançável, pois tem 23 medalhas de ouro.
O "relâmpago" jamaicano, o homem mais rápido de sempre, disse que "Despedir-me dos Jogos é triste, mas estou muito satisfeito porque consegui alcançar a meta que tracei. Estou aliviado e orgulhoso, pois tudo se tornou realidade. Sou o maior da história". Ele vai, no entanto, participar ainda nos Mundiais de Londres no próximo ano.

2 comentários:

wind disse...

O homem é uma "bala"! Eu vi e é um portento:)

FireHead disse...

Podes crer. Mesmo que entretanto surja um homem mais veloz que ele já dificilmente o poderá ganhar numa corrida. A não ser que esse homem mais veloz surja nos próximos Mundiais. :)