sábado, 27 de agosto de 2016

«A migração é uma ameaça à civilização europeia»


Václav Klaus, antigo presidente da República Checa, demonstrou o seu apoio ao partido nacionalista alemão Alternativa para a Alemanha (AfD) e referiu que o terrorismo é uma consequência da crise dos refugiados e uma ameaça à liberdade.
Na cidade alemã de Schwerin, e perante apoiantes da AfD, Klaus afirmou que a migração é uma "perigosa corrupção das nossas vidas, da nossa qualidade de vida, das nossas tradições e costumes". E atacou os líderes europeus por acreditarem sincera e verdadeiramente no multiculturalismo, perguntando se eles querem criar o Homo Bruxelarum (homem de Bruxelas, o centro da maçónica União Europeia) a partir de migrantes.
E quem fala assim não é gago. Força, AfD!!

11 comentários:

CÉU disse...

Completamente de acordo e ainda bem k ainda há gente sensata e k sabe pensar.

Bom fim de semana!

Afonso de Portugal disse...

A propósito desta temática, viste o mais recente video do BPS? É um dos melhores que ele já fez!

FireHead disse...

CÉU,

O problema é que essa coisa da liberdade de expressão tem limites. Este homem, por causa daquilo que ele defende, é considerado pelo politicamente correcto um racista ou xenófobo por estar contra a migração. Nós que já temos muito tempo disto sabemos que só temos verdadeiramente liberdade para dizermos as coisas que os outros gostam de ouvir, caso contrário sofremos de todos os tipos de fobia e mais alguns.

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Não tenho acompanhado o Black Pigeon Speaks. Quando puder vou lá checar. :)

Anónimo disse...

mais um neocon a falar de valores( quais sao eles,os liberais?) e tradiçoes ( as de punir com cadeia quem manifesta pensamentos errados?) em detrimento do sangue.

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

Mais um imbecil de ranço nacional-socialista a falar do sangue. Caraças, deve ter mesmo alguma pancada com seringas, o homem! Será que trabalhar nalgum centro de transfusões sanguíneas? Será algum crónico dador de sangue?? Também adoras falar das plaquetas sanguíneas ou dos glóbulos vermelhos ou brancos?

Quando é que nos provas aqui que és verdadeiramente um branco e quando digo branco refiro-me ao facto de seres descendente de brancos, vamos lá, até à 30ª geração de forma contínua? Ou isso não importa, já que até o teu querido Hitler podia ter sido judeu?

Afonso de Portugal disse...

O anónimo das 3:35 não sou eu. Eu comento sempre com esta conta, não comento como anónimo, ao contrário do que a Rameira Lá Lá Cardina diz.

Ivan Baptista disse...

O Adolfo tinha sangue judeu é verdade...




No para-choques do carro :)

FireHead disse...

Afonso de Portugal,

O anónimo das 3:35 é claramente o Carlos Broche, pá.

FireHead disse...

Ivan Baptista,

E também nas veias. Mas que importa? Ele já morreu há muito tempo mesmo...

FireHead disse...

Ups, só agora é que eu me apercebi que me enganei ao dirigir-me ao anónimo. Desculpa aí, Afonso de Portugal, só agora é que reparei que cometi um erro e percebi a tua consequente reacção.