sábado, 9 de julho de 2016

Notas soltas

O povo português está a desaparecer devido a um tsunami populacional, diz o jornal Expresso. A emigração hoje em dia supera à dos famosos anos 60 do século passado, que eram os tempos doutra senhora, e mesmo antes da ditadura os portugueses também já emigravam para outros países, o que significa que afinal antes da ditadura as coisas também não estavam lá assim muito bem em Portugal. Além disso, hoje em dia há uma queda brutal da natalidade e mesmo os estrangeiros já procuram cada vez menos Portugal. A coisa está assim tão mal que até há portugueses radicados no exterior que não querem mais regressar à sua terra.

O quê, emigra-se mais agora do que antes do 25 de Abril de 1974??
Foi desmantelado um gangue que praticava crimes violentos nos concelhos de Lisboa, Sintra, Loures e Mafra, e que é conhecido como La Família. Depois de pelo menos 20 assaltos violentos às ourivesarias e outros estabelecimentos comerciais, a Polícia Judiciária, que já andava a investigar o gangue desde o ano passado, prendeu todos os seus elementos, 11 homens e uma mulher («jovens»?), depois de uma megaoperação.

Gangues criminosos no Portugal abrilesco, o pão nosso de cada dia
Cinco polícias morreram e sete ficaram feridos durante uma troca de tiros com um grupo de atiradores (negros) num protesto em Dallas, no Texas, na sequência da morte de dois afro-americanos às mãos da polícia. Um deles acabou por se entregar às autoridades, dois foram detidos e um foi abatido por um robô armadilhado. Este último antes de morrer barricou-se e afirmou que queria matar brancos, sobretudo agentes da polícia. O mulato Barack Hussein Obama, que se encontra na Polónia para participar numa cimeira da NATO, já está ao corrente da situação.

A polícia e um dos suspeitos - Police Lives Don't Matter?
De Angola chega-nos a notícia de que é lá que está a maior família do mundo. O senhor Francisco Sabalo Pedro, de 68 anos de idade, é o patriaca de uma família composta por 167 filhos, 175 netos e 35 bisnetos. Tal não é, na verdade, de admirar, pois Francisco pertence à etnia mucubal, uma etnia que aceita a poligamia, na cidade de Namibe. Além disso, fundou e lidera uma seita pseudo-cristã, a igreja Jesus na Cruz da Missão do Evangelho, que vê na reprodução uma "mensagem ao serviço de Deus". Em cerca de 40 anos, Francisco chegou a ter até 53 mulheres e era pai de cinco em cinco meses. O número de membros da sua enorme família pode, no entanto, não estar certo, pois o último censo familiar foi feito em 2012...

A família vive à base da agricultura e da pecuária
No México, alguns membros da seita das testemunhas de Jeová destruíram um templo pagão com mais de 7000 anos! Trata-se do "santuário" de Makonikha, do Estado de Hidalgo, construído pelo povo indígena otomi que adorava a terra, a água e o fogo com oferendas. Segundo o secretário da territorialidade da nação otomi, Luis Pérez Lugo, as testemunhas de Jeová alegaram que aquele era um local para adorar o diabo, portanto quiseram limpá-lo...

Há idiotas que não sabem o que é que é património histórico...
A marinha americana está a apostar no desenvolvimento de um novo dispositivo de detenção de bombas e de explosivos: um gafanhoto com um pequeno retransmissor às costas. O especialista em engenharia biomédica Barani Raman, que lidera o projecto, pretende introduzir no cérebro do insecto um dispositivo electrónico miniatural capaz de traduzir em impulsos eléctricos a actividade neural do gafanhoto relacionada com o processamento olfactivo. Os sinais eléctricos serão depois captados por uma antena pelo retransmissor e a informação é em seguida visualizada num computador.

O protótipo do gafanhoto "snifador" deverá estar pronto em dois anos
Em Grays, no Reino Unido, uma mulher de 42 anos foi detida e acusada de ultraje à decência pública depois de ter sido fotografada a mijar num memorial a pessoas que morreram combatendo nas duas guerras mundiais e na guerra da Coreia.

A foto da mulher foi partilhada nas redes sociais e já correu mundo
A cantora americana Anastacia, de 47 anos, partilhou com os seus fãs uma fotografia sua nua como forma de inspiração contra o cancro da mama. Anastacia já foi vítima do cancro da mama duas vezes, tendo-lhe sido retiradas as duas mamas, em 2003 e em 2013. A cantora recorreu posteriormente a cirurgias de reconstrução mamária.

A foto foi partilhada no Instagram
A artista suíça Milo Moiré, conhecida pelas suas performances polémicas de cariz sexual, foi detida em Londres por andar a pedir a desconhecidos que lhe tocassem nos genitais e nas mamas para uma peça, a Mirror Box (Caixa de Espelhos). Milo esteve presa 24 horas por exposição indecente, foi presente a tribunal e obrigada a pagar uma multa de quase 1200 euros. De acordo com Milo, a instalação artística foi inspirada pelos ataques sexuais em Colónia, na Alemanha, na passagem de ano. "Estou aqui pelos direitos das mulheres e pela autodeterminação sexual. As mulheres têm uma sexualidade tal como os homens. E podem decidir por elas mesmas quando e como querem ser tocadas. Tal como podem dizer que não", explicou a artista em comunicado. Milo queria mostrar o que é um acto sexual verdadeiramente consentido e quis usar uma caixa espelhada para que os espectadores "ganhassem consciência que também são parte participante ao observar um acto sexual" e que "não estão a interagir com um mero objecto sexual".

Com artistas malucas como esta, é normal que as coisas não andem para a frente...
Na Polónia, durante o programa 'Perguntas para o Pequeno-Almoço', um truque de magia correu mal e acabou com a apresentadora, Marzena Rogalska, com um prego empalado na mão. O mágico, um semifinalista do concurso 'Polónia tem Talento', escondeu um prego de grandes dimensões num saco de papel e pediu à apresentadora para pôr a mão sobre um deles. O que o artista não contava era que ela escolhesse o saco errado: quando empurrou a mão da apresentadora contra o saco que continha o prego, esta deu um grito de dor e ficou em pânico. Acabou por ser levada para o hospital e não voltou a aparecer no programa...

video
O truque tinha sido ensaiado antes da transmissão em directo...

6 comentários:

Anónimo disse...

aua aua aua

Anónimo disse...

A do ataque terrorista alegadamente feito por racistas pretos com experiência militar no exercito americano é preocupante. Já fiz aqui um comentário a dizer que achava um absurdo deixar que negros (mesmo que tenham nascido em Portugal) entrem no nosso exercito. Pelo menos que houvessem cotas e não fosse permitido haver mais de 5 % de negros nas nossas forças armadas. Obviamente que esta ideia para a retórica imposta à sociedade do "somos todos iguais" "anti-racismo" "luso-tropicalismo" etc é um escândalo anti-direitos humanos, mas o que esta gente não quer ver é que há 40 anos atrás, no belo do multirracial império, milícias terroristas de pretos massacraram brancos e viraram-se contra a Nação.

É que o que muita gente teima e teima em não ver, é que a "raça" muitas vezes sobrepõe-se ao conceito de Nação, sobretudo no caso dos negros que mesmo tendo problemas entre eles, olham uns para os outros como "irmãos" e os brancos são outro povo que não o deles (generalizando). Portanto amanhã, quando no Portugalito retangular acontecer uma guerra racial que eu vejo como inevitável (não só em Portugal como em toda a Europa), e que para surpresa dos que andam muito preocupados com a malvada "extrema-direita" provavelmente "guerra" essa iniciada por grupos de negros, vai haver muito boa gente branca a chorar baba e ranho como os familiares dos policias em Dallas.

FireHead disse...

Anónimo das 22:24

Esse comentário é em resposta a alguma destas 10 notícias?

FireHead disse...

Anónimo das 22:59,

Pois, e de quem é a culpa da existência de milícias terroristas pretos? Do Salazar é que não foi. E pelo menos no tempo no multirracial império, havia muito menos pretos em Portugal do que há agora e muitos mais brancos em países como Angola e Moçambique do que há agora, também.

Os pretos vêem-se uns aos outros como irmãos, salvo seja. O que continua a haver em África são conflitos étnicos, com pretos a matarem outros pretos por serem de diferentes etnias. Os pretos só são irmãos é fora de África, como os chineses também são todos camaradas fora da China... é tudo uma questão de latitude que faz mudar pontos de vista.

Anónimo disse...

Pois, pois, deixe-me lá ver então se eu percebi bem a cena. Quer dizer, em Portugal antes da ditadura havia emigração, durante a ditadura havia emigração e depois da ditadura, isto é, já em democracia, continua a haver emigração, tendo ainda por cima esta superado à do tempo da ditadura? Então quer isto dizer que antes da ditadura era mau, com a ditadura era mau e agora com a democracia continua a ser mau, mas pior ainda??

FireHead disse...

Anónimo das 17:59,

Nada disso, tu entendeste errado. Portugal sempre foi muito fixe e sempre se viveu muito bem. Tens é de te esquecer da parte do pré e pós-ditadura. Só houve um momento em que em Portugal se vivia muito mal e havia emigração a dar com o pau e esse momento era durante a ditadura do Salazar, que era super mau e encostava todos os que estavam contra ele. O Tarrafal diz-te alguma coisa? :)