sexta-feira, 22 de julho de 2016

França vinga-se nos sub-19


Depois de ficarmos a saber que o Benfica investiu 12 milhões de euros para ficar com a totalidade do passe do mexicano Raul Jiménez, perfazendo um total recorde de 21,8 milhões por um jogador em Portugal, que a "contratação sonante" leonina de nome Lukas Spalvis, um avançado lituano de 21 anos, sofreu uma ruptura de ligamentos e vai estar fora dos relvados durante meio ano, que o ex-Benfica André Gomes vai representar o Barcelona, que o Fernando Santos vai continuar no comando da selecção nacional até 2020, que o ex-treinador do Futebol Corrupto do Porto Julen Lopetegui vai orientar a selecção espanhola e que o Futebol Corrupto do Porto sofreu a sua primeira derrota nesta pré-época perdendo com o PSV Eindhoven por 0-3, a França vingou-se da final perdida no Euro 2016 ganhando a Portugal por 3-1 nas meias-finais do campeonato europeu de sub-19, na Alemanha. O conjunto orientado pelo antigo jogador Emílio Peixe ainda chegou a estar na frente do marcador logo aos 3', golo apontado por Pedro Pacheco, mas a selecção de jogadores francófonos empatou através de Ludovic Blas aos 10' e deu a volta ao marcador com um bis de Kylian Mbappé. A França vai assim defrontar na final a Itália.

4 comentários:

Anónimo disse...

Quando sera que havera sistema de cotas em França que e' para que as seleções de futebol do pais reflitam verdadeiramente aquilo que e' a população francesa?? E ja agora também em Portugal, Inglaterra, Alemanha??

FireHead disse...

Um sistema de quotas? Tipo o que já acontece na África do Sul em relação ao râguebi? Hmmm... não estou a ver isso a existir na Europa, pois os antirras barafustariam logo... Os multiculturalistas convictos acusar-te-iam logo sem pestanejar perguntando-te qual é que é afinal a porra do problema das selecções desportivas europeias poderem parecer-se mais com selecções de países africanos mesmo que a maior parte da população dos países europeus ainda (e ainda é a palavra-chave) é de raça branca?? Não sejas racista, pá! A Ásia é para os asiáticos, a África é para os africanos e a Europa (e o Ocidente em geral) é para todos!

Anónimo disse...

E a seleção francófona cheio de pretos lá ganhou o torneio pela 7ª vez. Que pena o italianos terem perdido.

FireHead disse...

Sim, que pena os italianos terem perdido.