sexta-feira, 15 de julho de 2016

Algarve Cup: muita parra, pouca uva

5 portugueses no 11 inicial: Paulo Lopes, Nélson Semedo, Pizzi, Gonçalo Guedes e João Teixeira
O tricampeão nacional empatou a zero com o Vitória de Setúbal na primeira jornada da Algarve Football Cup. No Estádio Algarve, o tricampeão nacional, ainda desfalcado, teve muito controlo de bola, mas fez uma pressão inconsequente e faltou decisão no momento certo. Para piorar, o guarda-redes sadino Bruno Varela também esteve inspirado, defendendo quase tudo. Fora isso, foi um jogo bom para ver a actuação dos reforços: Carrillo, Cervi, Rui Fonte, Benítez, André Horta e Celis. Alguns deles deram nas vistas, como o Benítez que andou perto do golo. De resto, foi um típico jogo de pré-época, que acabou com um empate até na lotaria dos penáltis: 3-3.

Os sadinos basicamente colocaram 10 jogadores atrás da bola
"Apesar do resultado, foi um jogo bem conseguido. Temos duas semanas de trabalho, nesta fase o mais importante é assimilar os processos. Há muita malta nova, estamos a trabalhar bem para ganhar pulmão", salientou André Almeida, que começou o jogo no banco, em declarações à Sport TV. "Quem chega a esta casa tem qualidade e estes jogadores não são excepção. Somos uma família, quem chega é sempre recebido de braços abertos. São excelentes jogadores e tudo faremos para integrá-los o mais rápido possível na nossa família para trabalharmos rumo ao tetra", acrescentou o polivalente jogador português.

2 comentários:

Observador disse...

Foi apenas um encontro para mostrar caras novas. Algumas delas estiveram bem. Carrillo mostrou serviço e actuou apenas 45 minutos. Cervi é bom de bola. Benitez vai dar alegrias aos benfiquistas.

Curiosidade: Jonas 'herdou' a camisa 10 de Nico Gaitán.

FireHead disse...

É verdade. É um bom sinal, pois é sinal de que o Jonas fica no plantel para ser mais um a ajudar-nos a conquistar um inédito tetracampeonato. :)