quinta-feira, 30 de junho de 2016

Saiba como poupar até 500 € por ano nas compras

Uma notícia interessante para quem está em Portugal:

Deco revela quais os supermercados mais baratos do país
Saber escolher o supermercado no momento de fazer as compras pode significar uma poupança considerável no final do ano. 
Para quem vive em Lisboa, a diferença entre fazer as compras do mês no Minipreço do Restelo ou no Continente do Vasco da Gama é de 501 euros ao ano. 
No distrito do Porto, o cenário é idêntico: entre ir ao Minipreço de Amorim (Póvoa de Varzim) ou ao Jumbo da Maia há um alívio de 412 euros no orçamento familiar, segundo a Deco. 
O estudo da associação de defesa dos consumidores aponta, contudo, que não é preciso ir fazer compras ao concelho vizinho para conseguir poupar. 
"Em Peniche, por exemplo, trocar o Pingo Doce pelo Minipreço traduz-se numa poupança anual de 62 euros", lê-se no estudo da Deco. E a distância entre estes dois supermercados é de apenas duzentos metros. 
No Restelo, a situação repete-se: trocar o Minipreço e andar os 600 metros que o separam do Supercor dá lugar a uma poupança anual de 287 euros. 
Em Coimbra, menos de um quilómetro e 161 euros por ano separam o Pingo Doce de Eiras do Pão de Açúcar também de Eiras. 
O Continente destrona a concorrência e é o mais barato em 16 dos 18 distritos. Esta liderança só é quebrada nos distritos de Porto e Setúbal, onde os preços do Jumbo são os mais baixos. A Deco salienta que "a concorrência é muito intensa". 

2 comentários:

wind disse...

Eu vou ao Continente:)

FireHead disse...

Eu gosto muito do Pingo Doce e do LIDL (aka Liga dos Imigrantes Do Leste, lol). E da última vez que fui a Portugal fui a um supermercado novo francês tipo LIDL. Já não me lembro do nome. O lado bom é que em Portugal, ao contrário de Macau, há coisas de marca branca que também são muito boas como as coisas de marca. Aqui em Macau... só mesmo indo à China. ;)