quarta-feira, 22 de junho de 2016

Refugiados sírios fogem de Mangualde


Segundo fontes como esta, uma família de refugiados sírios que foi colocada em Mangualde, no distrito de Viseu, apesar de ter manifestado interesse em ir para a Noruega (os refugiados têm todo o direito de escolher para onde querer ir [ironia], ora pois!), desapareceu durante a noite de anteontem, ironicamente o Dia Mundial do Refugiado (já existem mais de 60 milhões de refugiados em todo o mundo, principalmente gente da Síria, mas também de outros países que também devem estar em guerra com o Estado Islâmico, como é o caso do Afeganistão [ironia]) sem deixar rasto. Pelo visto o apartamento T4 que a Santa Casa da Misericórdia deu a esses sírios (enquanto que há portugueses que não têm um lar ou que tiveram que entregar as casas onde viviam ao banco por não conseguirem pagá-las), o médico de família, o dinheiro para as necessidades básicas, a escola para as crianças, a indicação de uma mesquita em Viseu para "praticarem o culto" e tudo o resto (de graça) não serviram de nada (que mal agradecimento, xiça penico!) ao fim de duas semanas. Após denúncia feita pela União das Misericórdias, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras já procedeu a diligências com vista a encontrar a família... novamente refugiada (agora é apanhá-la porque ela merece levar tau-tau no rabo! [ironia]).
Gostei em particular do comentário da senhora Cristiana Roquinha Cardoso (ironia): "Acho que é normal as pessoas quererem ir para onde têm melhores condições. Eu também emigrei à procura do melhor para mim. Tal como eu, os refugiados também o fazem... quem é que os pode julgar por quererem ir para onde oferecem melhor?"

14 comentários:

Dr. No disse...

Cristiana Roquinha Cardoso: por que no te callas?

Lura do Grilo disse...

Ui .... mas que tragédia! Se fugiam da guerra e das balas que lhes terá acontecido por cá? Uma coisa é certa: há gente a ganhar dinheiro com este samaritanismo serôdio.

Leocardo disse...

Olhe lá, não sei se vai fazer com isto a mesma salganhada que fez com o "imigração ilegal é crime", mas é assim: a figura de estilo que você tenta fazer ali (mal, mas deixe lá) é o SARCASMO! Ironia é por exemplo: "o islamófobo foi salvo por um muçulmano" :) (bem, é mesmo uma ironia, porque é IRÓNICO). Sarcasmo: o FireHead nunca disse que 'queria que os muçulmanos cometessem crimes, então??? O que ele disse foi 'gostava que um dos que acolhe muçulmanos fosse morto por um deles! Tá a ver, completamente diferente!"

Leocardo disse...

Fugiram ? A salto? E conhece aquele tipo que fugiu de Macau e depois passado uns anos fugiu de Portugal? Um troca tintas o tipo 😁

FireHead disse...

Dr. No,

Não, pá, ela tem razão! Então não se vê que ela também é uma refugiada? Portugal está em guerra, está-se mal lá devido ao perigo, por isso teve que refugiar-se noutro país da Europa!

FireHead disse...

Lura do Grilo,

Se calhar é porque Mangualde também é um sítio perigoso! Vai na volta o Estado Islâmico também está por lá a lutar contra o regime de Bashar al-Assad, pois já estamos fartos de saber que a Síria é um país pluricontinental...

FireHead disse...

Leocardo,

O que tu continuas a fazer é não saber o que é que é uma ironia de verdade.

Rapara no que está na posta que te provocou urticária (ou algo parecido):

http://bloguedofirehead.blogspot.com/2015/05/ilegais-invadem-ilha-grega-de-kos.html

O comentário do Afonso diz assim: "Mas que islamófoba primária! Não querer ser "explodida" enquanto almoça, mas que egoísmo! É o que eu digo, os europeus ainda não aprenderam a ser tolerantes e a respeitar os muçulmanos que os querem matar!"

Não sei se percebeste, mas o comentário é todo ele uma ironia.

E o meu comentário foi, no seguimento do dele (repito: no seguimento do dele), assim:

"olha, sinceramente, gostava que antes que isso aconteça (antes que os europeus aprendam a ser tolerantes e a respeitar os muçulmanos que os querem matar - ironia) primeiro morram uns quantos tolerantes que mandam e puxam os cordelinhos às mãos dos seus protegidos (ironia). Penso que seria remédio santo (ironia)."

Não perceberes as ironias não faz de mim um mentiroso. Não tanto como tu dizeres que a minha identidade não te interessava para nada ou que a nível desportivo és "neutro" e depois não descansares enquanto não descobriste a minha identidade ou vires agora proclamar aos quatro ventos que és portista desde pequenino. Também eu não gosto de ser enganado, pá!

FireHead disse...

Quem é que fez isso? Conheço muitos que fugiram daqui para Portugal e que depois fugiram de lá para cá. Mas sei que muitos deles, como meus antigos colegas, são portugueses e sentem muitas saudades de Portugal, ao contrário de outros que já não se identificam com Portugal e que nem querem lá estar - apesar de sofrerem pela selecção nacional. Não sei se será por causa do Ronaldo.

Já agora, então e eu querer que os gays morram? E eu ser um racista que quer que os pretos estejam todos em África? Estas coisas tiveram que ser engolidas? É claro que a minha tara pela imigração ilegal é bem mais importante e é-te mais conveniente pegares nela. :P

Anónimo disse...

Esses sírios são tal e qual os tugas a irem para o Reino Unido aos magotes. Vão para onde dá mais. Normal. Ontem na TV apareceu um gráfico onde dizia que só nos últimos 5 anos foram para aquele país uma média de 30 mil tugas por ano. É muita fruta. E os refugiados não podem? Não percebo a tua. Ao menos assim Mangualde fica com mais terra, ratos e silêncio. Qualquer dia é um cemitério gigante.

Portuguesinha disse...

Não sei prisioneiros, podem partir.
No meu entender, se não querem cá ficar, devem mesmo ir embora. Só precisamos dos que gostam de nós. Dos que apreciam o que aqui encontram. Os insatisfeitos podem e devem partir.

Mas li que, por "lei", devem regressar, após localizados, ao local para o qual foram destinados.

Tem mais coisas implicadas aqui... se todos escolhessem onde querem ir, então seria mais fácil para um eventual terrorista se infiltrar. Se uns partirem, outros terão de preencher o lugar, já que tudo isto é por cotas...

Não sei, parece-me.

Ivan Baptista disse...

Ó Hugo, continuas a dar crédito ao homenzinho ? Mas porquê ? Manda-o de volta para a terra dele crlh. Será que ai em Macau é tudo manso ? Não me digas que és masoquista ? O que ele faz é tentar isolar as pessoas, e é maldoso eu sei... Mas tu continuas a dar-lhe importância !!! Continuas a deixar que ele continue a invadir o teu espaço !! O que ele faz deveria de ser punido com pena de Morte, de preferência de cadeira elétrica. Mas infelizmente a lei está do lado das actos dessa merda, em que ainda por cima, se passa por teu amigo !
Não vês que por cada investida que ele faz, é tentar por ao ridículo tudo e todos a frente de todos ? Ele não está só a julgar, está a querer condenar .
A conversa do gajo começa bem, chama-me de intolerante, Pide e NAZI FDP, sim, secalhar sou tudo isso, mas de preferência na vida real, secalhar, posso ser tudo isso e ir-lhe ao focinho na mesma, e olha que apesar de ser picólini, peso um pouco mais de 90 kg :)
Esse animal, pensa lá porque está do lado "certo", ainda não percebeu bem que não se deve meter de qualquer maneira com as pessoas ? Dasss, manda-o para a terra dele crlh, e é para ontem .

FireHead disse...

Anónimo,

Sim, mas os tugas não são refugiados... ou será que Portugal está em guerra com o Estado Islâmico também? Ahhh e agora que o Reino Unido já saiu da União Europeia, o melhor é os tugas agora começarem a pensar noutras paragens enquanto a livre circulação de pessoas, bens e serviços continuar a existir.

FireHead disse...

Portuguesinha,

O problema é que eles vão para Portugal contra a vontade deles, isso porque os portugueses querem que eles sejam acolhidos. Mesmo depois do António Costa ter dito que Portugal é melhor que a Alemanha os refugiados continuam a preferir os países mais ricos da Europa, porque será?

A mim o que me preocupa agora é saber se estes refugiados todos (os verdadeiros e sobretudo os falsos) voltem para a terra deles depois quando a guerra acabar. Ou seja, saber se o afegãos, os etíopes, os paquistaneses, etc. voltam todos para a terra deles quando voltar a haver paz na... Síria. Afinal de contas um refugiado é isso mesmo, é um estatuto temporário.

FireHead disse...

Ivan Baptista,

LOL, tanto rancor... Pá, a solução é não lhe dar crédito nenhum. Ele quer viver no mundo pintado por ele, que viva. Agora até anda lá com alianças pouco prováveis e tudo... Técnicas marxistas, que envolvem pôr ovelhas a comer juntamente com lobos, são coisas que me ultrapassam.

Não és só tu que és da PIDE. Eu também sou. Imagino o trabalho todo que ele teve para procurar coisas que lhe convém para usar contra mim no meu blogue desde 2010 até agora. Mas como eu partilho da mesma opinião do filho dele, estou "cagando e andando" para esses "amores" platónicos que nem Platão terá imaginado. :)