segunda-feira, 20 de junho de 2016

Os Radiohead não rimam com Ramadão


No sábado, em Istambul, a antiga Constantinopla cristã invadida e dominada pelos muçulmanos, um grupo de "extremistas islâmicos" (passe alguma possível redundância) atacou um grupo de fãs da banda britânica Radiohead na loja de discos Velvet IndieGround. Segundo uma fonte da polícia, que teve que intervir recorrendo à força para parar com os desacatos, os fãs do grupo ouviam o novo álbum A Moon Shaped Pool quando perto de 20 pessoas enfurecidas invadiram a loja e denunciaram o consumo de álcool durante o "mês sagrado" do Ramadão. Um dos proprietários afirmou que os "extremistas islâmicos" ameaçaram matá-los. Na rua, os fãs da banda criticaram entre gritos o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan por este estar a atropelar a laicidade do país em detrimento duma crescente e disfarçada islamização.

video

Ainda bem que a Turquia é tida como um exemplo de "país islâmico moderado", tanto assim é que quer há imenso tempo, já há bem mais tempo que Portugal mesmo, entrar na União Europeia e o Erdoğan é um dos líderes de maior confiança do mulato Barack Hussein Obama. O que é que seria se a Turquia assim não fosse? E estas coisas também não se fazem aos fãs dos Radiohead, pá, pois os tipos da banda são islamófilos!

2 comentários:

CENSURADO AGAIN disse...

RADIOHEAD = FALSO OESTE = TRAIÇÃO AO LESTE

FireHead disse...

Tu é que és um traidor, pá. E dos bem cobardes, pois só "existes" atrás do écrã.