domingo, 26 de junho de 2016

Euro 2016: eliminámos a Croácia!

Oitavos-de-final: Suíça 1 (4) X 1 (5) Polónia
A Polónia jogou melhor frente à Suíça e esteve mesmo perto de vencer o jogo no tempo complementar com um golo apontado por Jakub "Kuba" Błaszczykowski aos 39 minutos se não fosse Xherdan Shaqiri, suíço de origem albanesa, a empatar a partida com um soberbo pontapé de moinho já perto dos 90 minutos. Como nada mudou na etapa suplementar, coube à Suíça desperdiçar uma grande penalidade na lotaria dos castigos máximos por Granit Xhaka, outro helvético de origem albanesa, e dar a vitória aos polacos.

Oitavos-de-final: País de Gales 1 X 0 Irlanda do Norte
Num jogo entre nações britânicas com ideias diferentes acerca da União Europeia, as individualidades acabaram por fazer a diferença no meio do domínio norte-irlandês, na primeira parte, e galês, na segunda. Aos 75 minutos, num lance infeliz, Gareth McAuley fez um autogolo que permitiu ao País de Gales, onde se destacou, para não variar, Gareth Bale, seguir rumo aos quartos-de-final, frente à Hungria ou à Bélgica.

Oitavos-de-final: Croácia 0 X 1 Portugal
Portugal, depois dos três empates em tantos outros jogos desde que começou o Euro 2016, desta vez não se pode queixar da falta de sorte. Em Lens, a equipa de todos nós venceu, na raça e com muito sacrifício, a forte selecção da Croácia, que foi estatisticamente superior e criou mais ocasiões de perigo. Nos últimos minutos da segunda parte do prolongamento, Rui Patrício negou o golo a Perišić e na sequência da jogada, Renato Sanches, que começou o jogo no banco, transportou a bola para a frente em rápido contra-ataque, passou a bola para Nani e este serviu Ronaldo que chutou o esférico para a defesa de Subašić. Ricardo Quaresma, que também saltou do banco, fez a recarga de cabeça e resolveu a eliminatória. O próximo adversário é a Polónia na próxima quinta-feira em Marselha!

4 comentários:

Fatyly disse...

Não vi e só li e estranho muito que não fales das "origens" do puto Renato e do Quaresma. Afinal de contas isso nunca me interessou, porque são portugueses sim senhora, nascidos cá e mais nada. Mas segundo percebi o golo foi com ajuda dessa grande Ronaldo:)))

O que mais me irrita no futebol é que num ápice passam de bestas a bestiais ou vice-versa e as notícias e comentários são autênticos poços de "guerras tão vergonhosas".

Não leves a mal o que disse, mas gostei da forma como escreveste!

Beijos

FireHead disse...

Eu não sei quais são as raízes do Renato, sou-te sincero. Serão angolanas? Moçambicanas? Não sei, só sei que nasceu em Portugal. Mas olha, eu considero-o mesmo português, ao contrário de certos comentadores que gostam de cá vir. O problema é que essa minha posição não invalida que haja imbecis que continuem a chamar-me racista ou xenófobo. Quanto ao Quaresma, ele é filho de um cigano com uma negra angolana. E mesmo o Ronaldo é bisneto de uma negra. Se o dr. Salazar também não se importou com pretos na selecção portuguesa, porque é que haveria eu de me importar com isso? :)

O futebol tem destas coisas mesmo. Há muita irracionalidade em jogo. Eu vibro com Portugal - e não sei como é que pode haver quem insinue que eu sou daqueles que torcem para que Portugal perca - e não me importa quem é que marca os golos que nos dêem vitórias.

Eu não só não levo a mal como ainda te agradeço. :)

Beijinhos.

Ivan Baptista disse...

«Quanto ao Quaresma, ele é filho de um cigano com uma negra angolana. »

WTF?!? O Quaresma é mulato ?!? Não li isso em lado nenhum !!
Para mim ele é cigano, e os entendidos na matéria é que dizem que os ciganos são um povo nómade originário da India.

FireHead disse...

Por mais incrível que pareça, é. A mãe dele é preta de Angola. Eu soube disso já há muitos anos atrás.

Quanto à origem dos ciganos, parece que não é consensual. Mas uma coisa é certa: eles parecem-se com os hindustânicos.