quarta-feira, 11 de maio de 2016

Mais um ataque súbido de jihadite na Europa

video

Desta vez foi na estação de comboios de Grafing, em Munique, na capital da Baviera alemã. Um homem morreu e três outros ficaram feridos depois de terem sido esfaqueados por um jovem de 27 anos que gritou a emblemática frase Allahu Akbar (Alá é grande). As testemunhas ouviram o alógeno dizer também, em alemão, o seguinte: "Vocês infiéis têm que morrer".
O que aconteceu a seguir já todos devem saber: o tipo é maluquinho, é um lobo solitário, não tem nada a ver com o Estado Islâmico e o que ele fez não tem nada a ver com a "religião da paz". Enfim, o habitual.

4 comentários:

Ivan Baptista disse...

Tens de crer, que há malucos para tudo

FireHead disse...

Pois há. Aliás, o islão é mesmo tão pacífico, mas tão pacífico, que até o próprio Maomé afinal era um menino de coro e nunca matou ninguém nem escravizou ou violou uma criança de nome Aisha. Todos os que fazem merda em nome do islão é porque é desiquilibrado mental e os jihadistas são todos "radicais". Ninguém pode associar crimes e merdas ao islão mesmo naquela do dá cá aquela palha... Mas depois, se for preciso, o Cristianismo já pode ter feito muitas coisas horríveis, impedido a ciência e o progresso (um dos mitos favoritos dos anticristãos), condenado o Galileu (idem...), matado "milhões e milhões" com a Inquisição, as Cruzadas, etc...

Anónimo disse...

Como sabes que é " alogeno " e simpático ao estado islãmico ?
israel é simpatica ao estado islâmico , já o hamas e palestinos sao contra. e agora ?

FireHead disse...

Onde foi que eu escrevi que o "alógeno" - apesar de ser alemão - é simpático ao Estado Islâmico?

Israel é simpática ao Estado Islâmico? Pois claro que é! Os judeus adoram os muçulmanos, eles são irmãos. Aliás, os muçulmanos adoram tanto os judeus que não os chamam de macacos ou porcos. São tudo uma família. É claro que Israel adora o Estado Islâmico, pois, que ideia!

O Hamas e os "palestinos" (vê-se logo que tu és o mesmo brasileiro confuso dos comentários anteriores) são contra o Estado Islâmico? Então não são?? O Hamas e os "palestinos" são anti-islâmicos, ou melhor, islamofóbicos, o que eles querem é ver-se livres do islão, por isso é que eles são contra o Estado Islâmico! Ah, e adoram Israel, ora essa, é por isso que eles não querem nenhuma Palestina livre nem nada disso, pois a Palestina pertence a Israel.